FOTOS
ÁUDIOS
VÍDEOS
NOVIDADES

1.12.17

CHEGADA DE GURUDEVA NO BRASIL!


29.11.17

O PASSAPORTE DA ALMA

13/02/2017
Salvador/BA
Centro Espírita Iluminar


Qual é o significado de “Hare Krishna”? 

“Hare Krishna” são os santos nomes de Deus. Nesse mundo material existem dois tipos de pessoas: ateístas e teístas; algumas pessoas têm fé em Deus, outras não. Por que tem gente que não tem fé em Deus? Porque Deus cria esse mundo e ao mesmo tempo Ele cria algumas regras.

Por exemplo, se o governo cria uma nova colônia, comunidade ou vila, a primeira coisa que o governo vai implementar nesse local é um hospital e uma delegacia de polícia. Depois o governo vai incrementar com escolas, parques, diferentes locais de entretenimento e então uma imobiliária para começar a construir os imóveis; essas são as regras. E por que o governo primeiramente faz uma delegacia em um novo local? Porque eles sabem que vai ter gente que não vão seguir as regras, vão burlar as regras e vão perturbar a sociedade. Por esta razão o governo primeiramente dá preferência a delegacia, exército e polícia militar. Da mesma forma, Deus cria esse mundo material. O significado simples da palavra “Deus”, ou como é dito em Inglês, “God”, é que Ele é o Gerador Supremo, Operador Supremo e Destruidor Supremo. Deus é o Criador Supremo, Ele cria esse mundo material, e não só esse mundo material, Ele cria inumeráveis mundos materiais. Deus também nutre todas as entidades vivas, e quando Ele vê que algo não é mais de serventia, Ele o destrói. 

Assim, nesse mundo material existem dois tipos de pessoas, as teístas e ateístas. Os ateístas não acreditam em Deus. Por que? Porque eles não querem seguir as regras de Deus. Mas se você é ateísta ou teísta, eu não quero entrar nesse ponto. Eu quero falar sobre coisas espirituais, e quando se fala de espiritualidade, automaticamente temos que falar sobre Deus.

28.11.17

TURNÊ DE VERÃO 2017-2018: FESTIVAIS

AGENDA DE VERÃO

23.10.17

DÊ-ME AMOR E AFEIÇÃO

04/02/2017
Paraty/RJ


Assista aqui

Srila Bhaktisidhanta Sarasvati Prabhupada diz que é muito difícil a alma condicionada voltar seu rosto para Krsna.

Para fazer uma alma condicionada olhar para Krsna, é preciso que uma pessoa santa gaste 500 galões do seu próprio sangue. Mas nos países ocidentais é necessário gastar o dobro, ou seja, mil galões. Isso acontece porque a cultura e as impressões [samskaras] dos ocidentais são completamente diferentes aos da cultura védica.

Krsnadasa Kaviraji Gosvami explica no Caitanya-caritamrta:
bhārata-bhūmite haila manuṣya janma yāra
janma sārthaka kari' kara para-upakāra
(Caitanya-caritamrta Adi 9.41)
[“Aquele que nasce como ser humano na Índia (Bharata-varsa) deve tornar sua vida bem-sucedida, trabalhando para o benefício de todos, através da pregação do nama-sankirtana, o cantar dos santos nomes de Krsna.”]

Aquele que nasce na Índia, Bharata-varsa, tem a vida bem-sucedida.

Sua vida terá êxito se você ajudar às outras pessoas. Bhaktivinoda Thakura, no primeiro capítulo do Jaiva Dharma, glorifica Bharata-varsa. Bharata-varsa significa ‘punyavan’, porque nos tempos antigos, no começo da criação, muitos munis e rsis [sábios] fizeram bhajana e sadhana lá. Bhagavan só aparece em Bharata-varsa. E onde é Bharata-varsa? Em Vrndavana! 

21.10.17

O DARSAN DE JAGANNATHA

24/06/2017 (Véspera do Ratha Yatra)
São Paulo/SP



O Senhor Jagannatha é muito misericordioso e uma vez por ano Ele sai do templo de Jagannatha, permitindo que todas as almas condicionadas e caídas tenham o Seu darsan (visão transcendental). Nossas escrituras explicam que, simplesmente por se tocar na corda que puxa o carro do Senhor Jagannatha, ou mesmo que se tenha o Seu darsan de uma longa distância, você não irá nascer novamente do ventre de uma mãe. 
Quando estávamos dentro do ventre de nossa mãe, passamos por muitas aflições e sofrimentos. Nós ficamos ali com a cabeça para baixo e as pernas para cima e muitos tipos de insetos cortavam nossa pele, nos causando muita dor. O ventre de nossa mãe era muito apertado, por isso não conseguíamos nos mexer. Mas o Senhor Jagannatha está agora nos dando darsan e quem tem o Seu darsan, não voltará a nascer do ventre de uma mãe.
bhuliyā tomāre, saṁsāre āsiyā, pe’ye nānā-vidha byathā 
tomāra caraṇe, āsiyāchi āmi, bôlibô duḥkhera kathā (1)  

jananī-jaṭhare, chilāma ĵakhôna, viṣama bandhana-pāśe 
eka-bāra prabhu, dekhā diyā more, bañcile e dīna dāse (2) 
(Bhuliya Tomare, Srila Bhaktivinoda Thakura)
[“Ao esquecer de Ti, caí no mundano e sofri muitas dores. Agora, aos Seus pés de lótus, irei narrar minha sofrida história.

Quando eu ainda estava no útero de minha mãe, me encontrava confinado. Certa vez, ó Senhor, apareceste para mim. No entanto, este servo caído foi apenas enganado…”]

15.8.17

JANMASTAMI

Aula dada em 25/08/2016
Hari-katha na manhã de Janmāṣṭamī, no templo Sri Kesavji Gaudiya-Math, Mathura/India.

Transmitido ao vivo aqui
Tradução


oṁ namo bhagavate vāsudevāya
janmādy asya yato ’nvayād itarataś cārtheṣv abhijñaḥ svarāṭ
tene brahma hṛdā ya ādi-kavaye muhyanti yat sūrayaḥ
tejo-vāri-mṛdāṁ yathā vinimayo yatra tri-sargo ’mṛṣā
dhāmnā svena sadā nirasta-kuhakaṁ satyaṁ paraṁ dhīmahi

(Śrīmad-Bhāgavatam 1.1.1)
“Oh, meu Senhor, Śrī Kṛṣṇa, filho de Vāsudeva, Oh, onipresente Personalidade de Deus, eu ofereço minhas respeitosas reverências a Ti. Eu medito no Senhor Śrī Kṛṣṇa porque Ele é a Verdade Absoluta e a causa primordial de todas as causas da criação, manutenção e destruição dos universos manifestos. Ele é direta e indiretamente consciente de todas as manifestações e Ele é idependente porque não há outra causa além dEle. É apenas Ele que primeiramente transmitiu o conhecimento védico no coração de Brahmājī, a entidade viva original. Devido a Ele, até mesmo os grandes santos e semideuses são afetados pela ilusão, pois se maravilham pela representação ilusória da água vist no fogo ou da terra vista na água. É devido a Ele apenas que os universos materiais, manifestados de forma temporária pelas reacões dos três modos da natureza, parecem ser verdadeiros, embora sejam irreais. Eu portanto medito nEle, o Senhor Śrī Kṛṣṇa, que reside eternamente  na morada transcendental, eternamente livre das representações ilusórias do mundo material. Eu medito nEle, pois Ele é a Verdade Absoluta.”

Reverências a Personalidade de Deus Vāsudeva indicam diretamente o Senhor Śrī Kṛṣṇa, o divino filho de Vāsudeva e Devakī. Esse fato será explicado mais profundamente ao longo do texto desta obra. Śrī Vyāsadeva declara aqui que Śrī Kṛṣṇa é a Personalidade de Deus original:
ete cāṁśa-kalāḥ puṁsaḥ
kṛṣṇas tu bhagavān svayam
(Śrīmad-Bhāgavatam 1.3.28/CC Adi 2.67&5.79)
“Todas as encarnações citadas anteriormente são ou porções plenárias ou partes das porções plenárias do Senhor, mas Sri Kṛṣṇa é a Suprema Personalidade de Deus original.”

Vyāsadev explica claramente: kṛṣṇas tu bhagavān svayam. Svayam Bhagavān.

Svayaṁ-rūpatad-ekātma-rūpa e āveśa. Svayaṁ-rūpa, Sua forma original é Vrajendra-nandana Shyama-sundara, o filho de Nanda Maharaj.

8.8.17

DESAPARECIMENTO DE SANATANA GOSVAMI E APARECIMENTO DE VYASA DEVA

08/07/2017
Santo André - SP

Assista a aula aqui

Foto: Citra Devi Dasi
Hoje é um dia muito excelente, auspicioso e muito sagrado, pois hoje é o dia do desaparecimento de Srila Sanatana Gosvamipad, um associado muito íntimo e muito querido de Caitanya Mahaprabhu . Entre os seis goswamis, Srila Sanatana Gosvami era muito proeminente. No seu livro muito elevado chamado Vilapa-kusumanjali, Srila Raghunatha Das Gosvamipad glorifica e presta suas reverências (pranam-mantra) aos pés de lótus de Srila Sanatana Gosvami. 
vairagya-yug-bhakti-rasam prayatnair
apayayan mam anabhipsum andham
krpambudhir yah para-duhkha-duhkhi
sanatanas tam prabhum asrayami
(Sri Vilapa-kusumanjali, verso 6)
“Eu não queria beber o néctar de bhakti-rasa atado pela renúncia, mas Srila Sanatana Gosvami, por ser um oceano de misericórdia que não consegue tolerar o sofrimento alheio, me induziu a bebê-lo. Assim, eu tomo abrigo em Srila Sanatana Gosvami como meu siksa-guru.”
Srila Raghunatha Das Gosvami é a personificação de trinad api sunicena, ou seja, mais humilde do que uma folha de grama. (Sri Siksastakam 3)

vairagya-yug-bhakti-rasam prayatnair… (Vilapa-kusumanjali 6) Srila Raghunatha Das Goswami está muito humildemente dizendo nesse verso: “Eu não tenho gosto por braja-khata, braja-prema e nem por braja-prema-bhakti, mas Srila Sanatana Gosvamipad, à força, me deu esse braja-prema-bhakti em meu coração. Então, repetidas vezes eu presto minhas reverências aos pés de lótus de Srila Sanatana Gosvamipad”.