CATEGORIAS DE VAISNAVAS

São Paul/SP, Brasil
26 Janeiro, 2015 (por volta das 7h da manhã)
Caminhada Matinal




Devoto: Existe o devoto uttama-adhikārī (superior), o madhyama-adhikārī (intermediário) e o kaniṣṭha-adhikārī (neófito). Abaixo do kaniṣṭha-adhikārī, há algum outro nível?

Śrīla Gurudev: Segundo a nossa filosofia vaiṣṇava, existem três categorias de devotos: kaniṣṭha, madhyama e uttama-adhikārī. A começar por kaniṣṭha, existem três tipos de kaniṣṭha: kaniṣṭha-kaniṣṭha, kaniṣṭha-madhyama e kaniṣṭha-uttama. Temos também o madhyama-kaniṣṭha, madhyama-madhyama e madhyama-uttama. E o uttama, da mesma forma é dividido em três categorias: uttama-kaniṣṭha, uttama-madhyama e uttama-uttama.

Define-se o devoto neófito como kaniṣṭha-adhikārī, que é de três tipos:

- Kaniṣṭha-kaniṣṭha é aquele devoto que recebeu hari-nāma e, talvez dikṣa. Entretanto, sua fé não é forte. Mas ele segue os quatro princípios, algumas vezes canta os santos nomes, embora, por vezes não da maneira apropriada. Esse é o chamado kaniṣṭha-kaniṣṭha, um devoto muito neófito. Porém, ele segue os quatro princípios.

- O kaniṣṭha-madhyama é aquele que está se relacionando ao sādhu e ouvindo hari-kātha. Ele segue os quatro princípios, pratica sādhana, bhājana e tem um pouco de conhecimento dos śāstras, mas não muito. Esse é o chamado kaniṣṭha-madhyama. Estão compreendendo?


- O kaniṣṭha-uttama tem algum conhecimento dos śāstras, mas não muito. Porém, ele tem mais śraddha (fé) que os outros: kaniṣṭha-kaniṣṭha e kaniṣṭha-madhyama. Dessa forma, ele alcança o estágio de niṣṭhā (fé estável). Há as etapas de śraddhā, sādhu-saṅga (o cultivo de uma relação com o sādhu), bhājana-kriyā (atividades devocionais), anartha-nivṛtti (cessação de anarthas – coisas indesejáveis, contrárias a bhakti), niṣṭhā, etc. O kaniṣṭha-uttama ascende ao estágio de niṣṭhā. Compreendem? Ele (o kaniṣṭha-uttama) demonstra firmeza.

- A qualificação de madhyama-kaniṣṭha surge quando o estágio de ruchi-dāsa é alcançado. Ruchi significa que um gosto advém. Ele (o madhyama-kaniṣṭha) segue todos os princípios e regras prescritas, pratica bhajana, sādhana e possui śāstra-jñāna, mas as vezes ele não consegue fornecer todas as evidências das escrituras com base em seu śāstra-jñāna. Porém, o madhyama-kaniṣṭha possui fé no śāstra e nas instruções do guru.

- O madhyama-madhyama é aquele que alcança o estágio de āsakti-dāsa (apego transcendental). Todas as qualificações vão surgindo nele.

- O madhyama-uttama é aquele que situou-se no estágio de rati (atração), a qual se manifesta em seu coração. Ele possui śāstra-jñāna, canta os santos nomes, jamais critica os sādhus e está sempre absorto. Este é o chamado madhyama-uttama.

- Uttama-kaniṣṭha é aquele que chega ao estágio de bhāva-dāsa. Ele canta os santos nomes absorto.
kṣāntir avyartha-kālatvaṁ
viraktir māna-śūnyatā
āśā-bandhaḥ samutkaṇṭhā
nāma-gāne sadā-ruciḥ
āsaktis tad-guṇākhyāne
prītis tad vasati-sthale
ity ādayo 'nubhāvāḥ syur
jāta-bhāvāṅkure jane
(Bhakti-rasāmṛta-sindhu - 1.3.25-6)
- O uttama-kaniṣṭhā é aquele que alcançou o estágio de bhāva-dāsa (sentimentos transcendentais). Ele realiza sua forma transcendental constitucional, siddha-deha-parikara.

- Após isso vem o uttama-madhyama, que está sempre absorto em līlā-kātha (tópicos acerca dos passatempos divinos), praticando sādhana e bhajana.

- E por fim, uttama-uttama, aquele que atingiu o estágio de completo prema-dāsa (amor puro).
evaṁ-vrataḥ sva-priya-nāma-kīrtyā
jātānurāgo druta-citta uccaiḥ
hasaty atho roditi rauti gāyaty
unmāda-van nṛtyati loka-bāhyaḥ
(Śrīmad-Bhāgavatam - 11.02.40)
Todas as suas atividades são como as de uma pessoa louca. Pois a loucura transcendental, tal como a de Śukadeva Gosvāmīpāda - um uttama-uttama mahā-bhāgavata -, se manifesta nesse estágio. Quando se reuniu com Parikṣit Mahārāja, Śukadeva não usava roupa alguma, ele estava completamente nu e seu cabelo todo emaranhado. Assim é o uttama-uttama, ele vive absorto em Kṛṣṇa-līlā.

Devoto: Gurudeva, existem dois tipos de uttama-uttama, certo? Aquele que era um sādhaka e o que é um eterno parikara (companheiro de Kṛṣṇa no mundo transcendental).

Śrīla Gurudeva: Alguns são sādhakas e outros siddha. Uma pessoa que pratica bhajana e sādhana, progredindo de kaniṣṭha a madhyama, e de madhyama para uttama é o sādhaka. O siddha é aquele que vem até aqui (do mundo espiritual) e atua como um uttama, embora na verdade ele seja um nitya-parikara (companheiro eterno), como Śukadeva Gosvāmīpāda, que na verdade é um companheiro eterno de Śrīmatī Rādhikā. Como havia dito ontem, quem é Śukadeva Gosvāmīpāda? Ele é o papagaio de Śrīmatī Rādhikā. Porém, ele está fazendo o papel de um uttama-uttama mahā-bhāgavata.

Devoto: Então existem dois tipos de uttama-uttama: o sādhaka e o siddha.

Śrīla Gurudeva: Sim, sādhaka e siddha. Sādhaka é a alma condicionada que praticando bhajana e sādhana, ascende passo-a-passo, de kaniṣṭha a madhyama e, por fim uttama. O siddha, na verdade é um uttama-uttama mahā-bhāgavata. Ele é até superior ao uttama-uttama mahā-bhāgavata, mas desempenha esse papel.

Bilvamaṅgala Ṭhākura, ele é definido como o sādhaka exemplar.

Bilvamaṅgala adū sādhakas parikīrtitaḥ, Śrīla Rūpa Gosvāmīpāda explica, no Bhakti-rasāmṛta-sindhu, que Bilvamaṅgala Ṭhākura é chamado de "sādhaka". Porém qual é a definição de sādhaka? De um sādhaka perfeito?

Ele é utpanna rātayo. Rati surge em seu coração, mas ele ainda não tem a qualificação para ter o darśana direto do Senhor. Por que? Porque existe algum aroma (resquício) de vaiṣṇava-aparādha em seu coração. Assim, por este motivo, ele não pode obter o darśana do Senhor – Kṛṣṇa-darśana. Embora seja qualificado para ter o darśana do Senhor, ainda existe algum aroma de vaiṣṇava-aparādha. Não há vaiṣṇava-aparādha em si, mas apenas um aroma. É por esse motivo que ele não consegue obter o darśana. Mas quando todo este aroma de vaiṣṇava-aparādha se dissipar de seu coração, ele, então, poderá obter o darśana do Senhor. O kaniṣṭha-adhikārī não é capaz disso, está fora de cogitação. O madhyama-adhikārī, madhyama-uttama, esse tem qualificação para obter o darśana do Senhor, mas, mesmo assim, não consegue obtê-lo. Portanto, de acordo com o Bhakti-rasāmṛta-sindhu essa é a definição de sādhaka: utpanna rātayo kṛṣṇa. Rati utpanna, rati significa que um apego profundo por Kṛṣṇa manifestou-se em seu coração, mas ainda existem alguns impedimentos, alguns obstáculos. Por essa razão ele não pode obter o darśana do Senhor, apesar ser qualificado. Mas em pouco tempo ele se tornará um uttama-kaniṣṭha e, então, como uttama-kaniṣṭha, poderá obter o darśana do Senhor. Somente o uttama-bhāgavata pode ter o Seu darśana.

Devoto: E quando é que o sphūrti (uma visão fugaz) se manifesta?

Srila Gurudev: Sphūrti se manifesta no estágio de madhyama-uttama e o darśana direto do Senhor, no estágio de uttama mahā-bhāgavata.

Jaya Śrīla Gurudeva!!

(Tradução: Lilananda Das-SP. Transcrição: Lilananda Das-SP e Madana Gopal Das-SC)