VIDA HUMANA




Śrīla Gurudev: Há cinco tipos de seres humanos e nītisundar, aquele que não segue nenhuma norma, ou o “assim chamado” ser humano é um deles. Não se pode dizer que simplesmente por ele ter aceito dikṣa (segunda iniciação) na noite passada ele agora é um ser humano. Eles não são seres humanos. Afirmam-se como tais, mas suas atividades não são como as de um. Como é possível dizer que eles são seres humanos, não é mesmo?

Manav deho significa que o corpo humano é dual. Algumas pessoas fazem bhajan e sādhan (prática espiritual) e outras não. Podemos denominar os que não fazem de “assim chamados” seres humanos. Todas as suas atividades são como as dos animais: comer, dormir, defender-se e acasalar. Os śāstras (escrituras sagradas) dizem: eles são chamados seres humanos, mas suas atividades são como as dos animais. Animais também comem. Vacas e cachorros comem e acasalam-se. Qual é, portanto a diferença?


Nós dizemos que somos manav, seres humanos. O que isso significa? Seguir os quatro princípios e cantar os santos nomes. Sem isso, como dizer que se trata de um ser humano?

Desta forma, Bhaktivinoda Ṭhākur também explica que existem cinco categorias de seres humanos: nītisundar, nītipradar, etc.

Algum dia, com seus próprios lábios, eles afirmarão isso. Mas não é o que estão fazendo agora. O ser humano perfeito é aquele que faz bhajan e sādhan e atinge um estágio elevado. Compreende?

Vocês têm perguntas? ...cantem os santos nomes.

Devota: O kaniṣṭha-adhikārī (devoto neófito) é aquele que não tem fé e não vê Deus em toda parte, como o senhor disse. Mas ele (kaniṣṭha) as vezes ainda comete atividades pecaminosas?

Śrīla Gurudev: Não, o kaniṣṭha-adhikārī não comete qualquer atividade pecaminosa. As vezes, ele não sabe sobre como se presta respeito apropriado a outros vaiṣṇavas (devotos) e ele não tem muito conhecimento dos śāstras, śāstra-jñāna. Isso é tudo. Compreende? É isso que significa ser kaniṣṭha-adhikārī. Atividades pecaminosas destinam-se aos karmīs (desfrutadores dos sentidos). Jñānīs (filósofos impersonalistas) também não cometem tais atividades. Os atos pecaminosos - pāpa-karma (maus atos) - são cometidos somente pelos karmīs.

Devota: Mesmo se às vezes ele (o devoto) vier a quebrar algum dos quatro princípios disciplinares, ou for inconstante na adoração a Deidade?  

Śrīla Gurudev: Por vezes ele tem fé, outras vezes não. Mas ele continua adorando a Deidade, como a vigraha de Śacīnandan.

Devota: Eu perguntei isso porque às vezes Mahāprabhu está lá no altar...

Śrīla Gurudev: Adorar a Ṭhākurajī (Deidade) é lindíssimo...

Devota: ...e por vezes se tem mais fé enquanto em outras menos, cantamos e, assim acumulamos sukṛti (atividade espiritual piedosa)...

Śrīla Gurudev: Sim, algum sukṛti vem, é claro. Meu Śrīla Gurudev diz: somente em UMA vida, siga os quatro princípios e cante os santos nomes. É suficiente para você. Isso basta. Cante os santos nomes e siga os quatro princípios. Compreende? É o bastante. Então, no seu nascimento seguinte, você se desenvolverá mais e mais. De kaniṣṭha para madhyam (devoto de nível intermediário) e depois para uttam (o mais elevado). Isso é importantíssimo.

Devota: Mas e se o kaniṣṭha sabe acerca do transcendental e o negligencia?

Śrīla Gurudev: Ele negligencia porque não possui fé. Tudo depende da fé. Se ela for fraca, ele irá negar. Não há atividades pecaminosas nesse caso. Porque, embora negligencie, às vezes ele realiza pūjā (adoração no altar), ou seja, possui alguma fé. Ele não está cometendo atividades pecaminosas. Como isso poderia ser possível? Ele é superior aos karmīs e também aos jñānīs. Os karmīs cometem atividades pecaminosas e piedosas, os jñānīs, nem atividades pecaminosas cometem. Um devoto é superior aos karmīs e jñānīs, portanto como é possível que realize atividades pecaminosas? Não há atividade pecaminosa.

Devota: Para receber o dikṣa-mantra é necessário ter paramārtik-śraddhā (fé transcendental)? Porque Deus está em toda parte e a tudo vê...

Śrīla Gurudev: Sim. O sentimento não se manifesta, mas ele possui fé. O sentimento só vem à tona na plataforma de madhyam, uttam e uttam-uttam.

Devota: Então o kaniṣṭha-adhikārī é qualificado para aceitar dikṣa?

Śrīla Gurudev: Sim, ele deve aceitar dikṣa e desenvolver-se pouco a pouco. Isso se chama aduṣṭāni-dikṣa, o dikṣa formal. Então ele novamente ouve o hari-kathā (tópicos sobre Kṛṣṇa), canta os santos nomes e dedica-se a bhajan e sādhan. Dessa forma, paramārtik-dikṣa virá. Não é um dia que se torna vaiṣṇava. É passo a passo. Entende?

Gaura Premanande! Haribol!