MANTRA MAYI-UPASAN

Srila Gurudev: Meditar em astakaliya-lila ocorre somente quando você se conscientiza de sua própria forma transcendental e constitucional. Neste momento você fará astakaliya-lila.

Primeiro você faz dois tipos de smaranam (lembrança). Um é a astakaliya-lila-svarasika e o outro, mantramayi-upasana. *

Você não fará astakaliya-lila agora. Isso depende do seu nível. Svarasika-lila você faz quando está no estágio de bhava e prema. Isto é muito, muito raro para sadhakas, mas mantramayi-upasana pode-se praticar, sem problemas.

Pergunta: Como fazer mantramayi-upasana?

Srila Gurudev: Memorizando um a um os slokas do sastra ou as atividades e lembranças do guru. Isso é chamado de mantramayi-upasana.  Quando se está cantando o gopala-mantra, isso é mantramayi-upasana.


Ao se alcançar o estágio de bhava e prema, então [se está fazendo] svarasika. Portanto, de acordo com seu sthayi-bhava (humor) particular, isso espontaneamente vem ao seu coração e neste momento, astakaliya-lila virá. E isso não é uma coisa imaginária do seu cérebro, nada disso. Acontece de forma espontânea.

Não se deve reproduzir isso em seu estágio imaturo. Não há necessidade disso.

Mas durante mantramayi-upasana você pode meditar. Primeiro medite em guru, sastra. Medite nos slokas, um a um. Assim está ok.

As atividades de Gurudev como um sadhaka, o momento em que ele acorda, faz suas atividades, isso é mantramayi-upasana. Isso se chama guru-dhyan, guru-mantra, isso sim. Tudo isso é mantramayi-upasana.

Quando em svarasika-upasana, você não consegue enxergar guru. Ali, você verá guru como uma manjari. Assim como Raghunatha dasa Gosvami, no livro Vilapa-kusumanjali, primeiro sloka, glorifica Srila Rupa Gosvamipad. Mas nesse momento ele não está vendo Srila Rupa Gosvamipad, mas Rupa Manjari.

No estágio de sadhaka, ele via Rupa Gosvami, mas no estágio de siddha, via Rupa Manjari. 

tvam rupa-manjari sakhi prathita pure'smin
pumsah parasya vadanam na hi pasyasiti
bimbadhare ksatam anagata-bhartrkaya
yat te vayadhayi kim u tac chuka-pungavena

(Vilapa-kusumanjali, verso 1)

Nessa hora, ele não disse “Rupa Gosvami”, ele disse: “Ó Rupa Manjari! Eu sei que você é uma moça muito casta, que nunca vê ninguém além do seu marido. Mas eu sei que seu esposo não estava em casa por esses dias. Mas quem então tocou os seus lábios, que estão com uma cor muito vermelha, assim como o da fruta bimba? Quem beijou seus lábios? Talvez um papagaio muito lindo tenha vindo e tocado seus lábios, pensando que era uma fruta bimba”.

Na verdade, isso é um tipo de brincadeira amorosa. Naquela hora, ele [Rupa] não estava como guru. Pois ele vivenciou sua própria forma transcendental e constitucional – siddha-deha. Raghunatha Gosvami estava pensando: “Eu sou Rati Manjari e Rupa Gosvami é Rupa Manjari!”.

Se você não conhece sua forma transcendental constitucional pessoal, não pode meditar na astakaliya-lila ou svarasika-lila.

Quando assim for, naquele momento você esquecerá de seu corpo físico. E estará sempre absorto em coisas transcendentais.

Por ora, cante os santos nomes para remover seus anarthas e aos poucos a realização virá a respeito do seu siddha-deha.

Pergunta: Como desenvolver esse humor?

Srila Gurudev: Tudo virá quando você cantar os santos nomes. Sirva guru e Krsna e com o tempo isso virá. Leia o sastra e sastra-jnana virá. Você deixará de ser um kanistha-adhikari. Quando chegar ao estágio de um madhyama-adhikari – devoto intermediário – então aos poucos a realização virá. E então ruci, asakti, depois bhava virá. Esse é o processo.

Tudo isso virá passo a passo, não de um dia pro outro. Não se pode pular etapas.

* Leia mais sobre astakaliya-lila-svarasika e mantramayi-upasana no livro Joias do Coração, de Srila Gurudev.