RADHA TATTVA KATHA - MANGAL ARATI

Rússia
09/09/2015

Vamos continuar a falar sobre Radha-tattva. (verso). Srimati Radhika é adorada por Krsna e por isso o nome Dela é Radha. (verso).

O Bhagavatam coloca este verso, sobre Candravali e as sakhis terem visto os pés de lótus de Srimati Radhika às margens do Yamuna e elas A glorificam como A melhor e A mais elevada de todas elas.

No Bhagavatam, Sukadev não cita expressamente o nome Dela. Porém, Srila Visvanath Cakravarti Thakur explica em seu livro que todos os slokas do Bhagavatam são na verdade glorificações a Srimati Radhika. Jiva Gosvamipad também explica isso.

Na verdade o Bhagavatam se trata de uma glorificação a Srimati Radhika. Mas quando Sukadev se lembra de sua guru, Srimati Radhika, ele sente tanto humor extático e tanta separação Dela em seu coração que ele prefere não clamar diretamente o nome Dela e de nenhuma gopi. Porque Sukadeva está sempre sentindo pontadas de separação de Srimati Radhika e é por isso que ele não pronuncia o nome Dela e das gopis diretamente. Mas ele faz isso de forma indireta no Bhagavatam. (verso)


Quando Sukadeva se lembra de sua guru, Srimati Radhika, ele desmaia por seis meses. Então ele pensa, tenha que falar o Bhagavatam para Parikisit Maharaja em sete dias, e por isso, ele não falou diretamente o nome de Srimati Radhika, senão desmaiaria por seis meses e Parikisit abandonaria o corpo e os sete dias de Bhagavat Spatah não seriam falados. Srila Visvanath Cakravarti Thakur também explica em seu comentário que quando Sukadev tenta glorificar Srimati Radhika e as gopis, todas Elas se manifestam no coração de Sukadev Gosvami e falam: Ei, Suka, não fale o Nosso nome.

Pois quando ele fala bhagavat-katha, há algumas pessoas ali por perto que não são qualificadas para ouvir, mas estão por ali, alguns karmis, jnanis, yogis, impersonalistas, e por isso ele não pronuncia o nome de nenhuma gopi e nem de Srimati Radhika.

Vyasadeva, porém, fala expressamente o nome de Srimati Radhika em diversos Puranas. O nome de Radha está ali em diversos lugares como o Brahmanda Purana.

Srimati Radhika satisfaz todos os desejos de Krsna. Verso: Onde está Krsna, lá também está Radha e onde está Radha, lá também está Krsna. Radha e Krsna estão sempre juntos. (verso). Radha-Krsna são um só mas quando Eles manifestam este lila, é em duas formas, Radha e Krsna. Você não pode separar Radha de Krsna e muito menos Krsna de Radha. É como o leite e a cor do leite, eles permanecem juntos. Qual a cor do leite? Você não consegue separar o branco do leite do próprio leite e nem o leite de sua cor. Nem o fogo do calor do fogo, eles permanecem juntos, unidos.

Da mesma forma, de acordo com o tattva-siddhanta, a conclusão das escrituras, Krsna é chamado de sarva-saktiman e Srimati Radhika é chamada de sarva-sakti. (verso). Os Vedas e Upanisads estão sempre glorificando Radha-Krsna e Krsna-Radha. Krsna é chamado de avatari, a fonte de todas as encarnações. Quando Ele aparece em Vaikhunta, neste momento está na forma de Narayan e Sri Radha está lá na forma de Laksmi devi. Quando Krsna aparece em Dvarka Puri, Sri Radha aparece também na forma de Satyabama. Em Brndavan, Radha e Krsna permanecem juntos, neste doce Lila, onde Radha satisfaz os desejos de Krsna na forma de diversas gopis.

(verso). Krsna das Kaviraj explica no Caitanya-Caritamrta que sem várias consortes, Krsna não ficaria muito feliz e por isso, Srimati Radhika manifestou diversas formas, todas as formas das gopis. (verso). Elas dão também prazer a Krsna na dança da rasa. Na dança da rasa, por vezes Srimati Radhika fica em man (ira transcendental). O Bhagavatam discursa sobre isso, de quando Krsna realiza a dança da rasa com as gopis, manifestando diversas formas e dançando com todas elas. Neste momento, todas as gopis estavam tão intoxicadas com sua boa fortuna de Krsna estar dançando somente com cada uma. Mas na verdade, Krsna permanecia com Srimati Radhika. Entre cada duas gopis havia um Krsna. E foi assim que Ele realizou este lila da dança da rasa, uma das danças da rasa em Brndavan.

Cada uma das gopis pensava: Krsna está dançando somente comigo. Somente eu e Ele, Ele e eu. E permaneceram intoxicadas com sua própria boa fortuna. Tudo isso acontecia devido ao arranjo de Yogamaya.

Sri Radha em certo momento percebeu que Krsna era muito enganador pois estava dançando com todas as gopis. Krsna rebateu dizendo: He Radhe, estou dançando somente com você. Mas Ela estava vendo que Ele estava dançando com todas as gopis. E Ela ficou com man. Sri Radha então parou a dança Dela com Krsna. Krsna neste momento pensou: Tenho que destruir o orgulho das gopis, de estarem intoxicadas por pensarem que estão dançando sozinhas com Ele, de terem sido “escolhidas” para dançar com Ele e de serem afortunadas.

Ao mesmo tempo, fazendo isso, Ele nutria o man de Srimati Radhika. (verso). Krsna então desapareceu da dança da rasa e a dança da rasa parou. Jayadev Gosvamipad explica muito belamente esta basanti-rasa-lila (lila da dança da rasa de primavera), que se deu no colo de Giriraj Govardhan, no Camar-sarovar. Quando Srimati Radhika ficou em man, Ela também abandonou a dança da rasa, que parou. Havia ali milhares e milhares de gopis mas foi só Srimati Radhika ter abandonado a dança da rasa que Krsna parou a dança e saiu correndo atrás Dela. (verso).

Jayadev explica que Krsna saiu correndo atrás de Srimati Radhika,  procurando Ela. Devido a Srimati Radhika não estar lá, a dança da rasa parou. (verso). Somente Ela não estava lá e devido a isso, a dança da rasa parou completamente. Então porque Srimati Radhika teve man?

Na verdade, tudo isso só aconteceu para o próprio prazer de Krsna. Dessa forma, Srimati Radhika dá prazer a Krsna, com o encontro e a separação. (verso). Srimati Radhika dá prazer a Krsna na dança da rasa de diversas formas, no encontro e separação e na separação e encontro. Sem separação, o encontro não é tão doce. Por isso, Yogamaya faz o arranjo desses lilas de encontro e separação. (verso).

A separação nutre o encontro. Vendo a separação, o encontro é muito maior e desenvolve-se uma avidez para aquele encontro. É como colocar uma roupa na tinta. Quanto mais tempo deixar na tintura, mais cor aquela roupa vai absorver e vai ficar mais escura. Da mesma forma, Srimati Radhika preenche todos os desejos de Krsna, de encontro e separação e de separação e encontro. (verso). O Brhad-gautamiya-tantra diz:
govinda-nandini govinda-mohini
govinda-sarvasya krsna-mayi madan-mohan
Govinda é Krsna, go é sentidos. Ele dá prazer a todos os sentidos, a todas as gopis, a todas as entidades vivas. Por isso Seu nome é Go-vinda. E Srimati Radhika é Govinda-nandini, porque Ela é aquela que dá prazer a Govinda, Krsna. A esse Krsna que dá prazer a todas as entidades vivas. Então, Srimati Radhika é chamada de Govindaa. Krsna É Govinda e Srimati Radhika é Govindaa. O nome dela é Radha. (verso). Significa que Krsna também adora os pés de lótus de Srimati Radhika, por isso Seu nome é Radha. Krsna tem muito apego a Ela, está sempre correndo atrás de Srimati Radhika e por causa disso o nome Dela é Radha. Ra é anuraga, apego muito profundo. E dha é estar sempre correndo atrás, perseguindo. Krsna está sempre correndi atrás de Srimati Radhika e faz isso com grande apego. Por isso Ela é Radha.

Se você cantar o nome de Radha, todas as suas atividades pecaminosas serão destruídas e assim Krsna entrará no seu coração. Nos Puranas está explicado desta forma. Aquele que canta o nome de Radha, fará com que Krsna sempre corra atrás de si, perseguindo-o.

Os Vrajavasis canta canções pra Radha e o Radha-nama. Assim, automaticamente Krsna corre atrás deles, persegue os Vrajavasis, está sempre com eles. Krsna disse: se alguém cantar o nome de minha consorte, Srimati Radhika, Eu não consigo Me controlar e terei que sair correndo atrás desta pessoa.

Aquele que canta Krsna-nama, será Srimati Radhika que correrá atrás dessa pessoa. Uma vez, uma jovenzinha começou a glorificar Krsna e o Senhor Jagannath começou a correr atrás dela. Ela cantava ‘Jaya jaya deva hare’! de Jayadev Gosvami. Portanto, quem glorifica Krsna, Srimati Radhika corre atrás.
s'rita-kamalâkuca-mandala

dhrita-kundala
kalita-lalita-vanamâlâ 

jayajaya deva hare
(Sri Mangala Gitam)
O Senhor Jagannath, quando ouviu esta canção, começou a correr atrás da moça que cantava. Portanto, se você cantar Radha-nama, Krsna vai correr atrás de você e se cantar Krsna-nama, Srimati Radhika vai correr atrás de você.

Srila Narottam das Thakur diz este verso: se você cantar Krsna-nam, Sri Radha estará sempre com você.

Se você cantar ‘Namami Nanda Nandanam’ e ‘kada karisyasiha mam krpa kataksa bhajanam’, Srimati Radhika ficará muito feliz com você. E se você glorificar Sri Radha, Krsna é Quem ficará muito satisfeito com você. Assim, você faz com que Radha e Krsna permaneçam com você.

A palavra Radha significa que Krsna está sempre perseguindo Srimati Radhika com profundo apego. Outro nome de Srimati Radhika é Govinda-mohini, porque Ela intoxica o coração de Krsna. Govinda-sarvasya, Aquela que dá tudo pra Krsna, o Seu coração e a Sua alma. Tudo Dela é para Krsna. (verso). Para onde Ela olha, tudo é Govinda, Govinda, Govinda, Krsna, Krsna, Krsna. E Krsna, para todo lugar que Ela olha é Radha, Radha, Radha. Govinda-sarva-kanta-siromani  é o nome de Radha que significa que Ela é a jóia suprema de todas as consortes. Ela é a mais elevada de todas as consortes de Krsna. Krsna tem três tipos de consortes, a de Vaikhunta, de Dvarka e a de Brndavan. Mas em Brndavan, Srimati Radhika é Rasa-rasesvari, a Suprema controladora. Esta é Srimati Radhika. Krsna é chamado de Sarvesvara, o Controlador Supremo e Srimati Radhika é Sarvesvari, Aquela que controla o Controlador Supremo. Portanto, o Brhad-gautamiya-tantra também cita este verso:  
devi krsna-mayi prokta
radhika para-devata
sarva-laksmi-mayi sarva
kantih sammohini para
Há diversos significados para devi. Aquele que dança no coração de todas as entidades vivas é deva e o feminino é devi, Aquela que reside no coração de todas as entidades vivas. (verso). Srimati Radhika glorifica Krsna: He Krsna, Você é Deva! Deva é Aquele que dança no coração de todas as entidades vivas.

Srimati Radhika é Devi, que significa que Ela é muito linda e atraente. Devi, portanto, é Aquela que é muito linda e atraente. Quem consegue glorificar a bela forma de Sri Radha? Ela é maravilhosa desde a ponta dos dedos dos pés até o topo da cabeça, completamente atrativa. Todos os poderes místicos e tudo provém da unha do dedão do pé de Srimati Radhika. Todos os visnu-lokas costumam ir a Brnadavan e oferecer lamparinas de gui a unha do dedão do pé de Srimati Radhika e fazer arati para a unha do dedão do pé de Srimati Radhika.
ananta koti visnu loka namra padma jarcite

himadri ja puloma ja virinca ja vara prade

apara siddhi vrddhi digdha sat padanguli nakhe
kada karisyasiha mam krpa kataksa bhajanam
(verso 11 - Sri Radha Krpa Kataksa Stava Raja)
Você que é adorada por Sri Laksmi, a deusa de ilimitados milhões de planetas Vaikhunta, Sri Parvati, Indrani e Sarasvati, todas A adoram e obtém Suas bênçãos. A meditação em até mesmo uma das unhas dos dedões dos Seus pés, garante uma infinita variedade de perfeições. Ó Srimati Radhike, quando Você me concederá o Seu misericordioso olhar de canto de olho.

ananta koti visnu loka. Não somente um, mas milhões e milhões de Visnu-lokas (planetas Vaikhunta) vêm para adorar os pés de lótus de Srimati Radhika. Todas as moças castas, Brahmani, Sivani, elas também adoram os pés de lótus de Srimati Radhika.

Como glorificar? Srimati Radhika é a moça mais casta, a jóia da coroa de todas as moças castas. E por isso Ela se chama Ramani-siromani.

Ramani-siromani
(De Srila Bhaktivinod Thakur)

(1)
ramaṇī-śiromaṇi,  bṛṣabhānu-nandinī,
nīla-vasana-paridhāna

Bhaktivinod Thakur fala isso. A filha de Brsabhanu Maharaj, Srimati Radhika, é chamada a Jóia da Coroa de todas as moças castas. E Ela é muito linda e atraente. Ela é encontrada usando uma roupa azul, parama-sundari, e tem uma forma muito linda desde a ponta da unha do dedo do pé até o topo da cabeça. Tudo Dela é muito lindo, as pernas, todos os membros, tudo é perfeito. E Ela é perita em todos os tipos de arte e intoxica a todos com Sua bela forma. 
madonmadāti-yauvane pramoda-māna-maṇḍite
priyānurāga-rañjite kalā-vilāsa-paṇḍite
ananya-dhanya-kuñja-rājya-kāma-keli-kovide
kadā kariṣyasīha māḿ kṛpā-katākṣa-bhājanam
"Você que está intoxicada com a beleza de Sua própria juventude, está sempre adornada com Seus belos ornamentos e o seu deleitoso humor de ira transcendental (man). Você Se delicia do amor do Seu amado por Você e é supremamente perita na arte das relações de amor. Neste incomparável reino de maravilhosos kunjas, Você é a mais erudita dentre todas as amantes. Ó Srimati Radhika, quando me concederás Seu misericordioso olhar de canto de olho."
(Sri Radha Krpa Kataksa Stava Raja 5)

Ela é muito perita em intoxicar o coração de Krsna, em sessenta e quatro tipos de artes e nos lilas que acontecem nos kunjas.

Vocês fazem o mangala-arati. Mas onde o mangala-arati está acontecendo? O mangala-arati acontece muito cedinho nas margens do rio Yamuna. Ali tem um kunja transcendental muito lindo e maravilhoso onde somente as sakhis podem ir. Nem mesmo Candravali pode ir. Somente as sakhis do grupo de Srimati Radhika. Lalita, Visakha, Rupa Manjari, Rati Manjari.
mańgala śrī guru-gaura mańgala mūrati
mańgala śrī rādhā-kṛṣṇa-yugala-pīriti

mańgala niśānta-līlā mańgala udaye
mańgala ārati jāge bhakata-hṛdaye

tomāra nidrāya jīva nidrita dharāya
tava jāgaraṇe viśva jāgarita haya

śubha dṛṣṭi kara ebe (prabhu) jagatera prati
jāguka hṛdaye mora sumańgalā rati

mayūra śukādi sāri kata pikarāja
mańgala jāgara-hetu kariche virāja

sumadhura dhvani kare jata śākhī-gaṇa
mańgala śravaṇe bāje madhura kūjana
Srila Bhaktiprajnan Kesav Gosvami Maharaj escreveu esta canção é a essência de dois granthas: Sri Krsna-bhajanamrta de Srila Narahari e Govinda-lilamrta de Srila Krsna das Kaviraj.

Quem faz o mangal-arati? Quem está presente durante o mangal-arati? Aqueles que estão no humor de santa, dasya, vatsalya não conseguem entrar neste passatempo de mangala-arati. Somente Srimati Radhika e Seu grupo. Com este corpo material você também não consegue entrar e participar do managal-arati. Como é possível? Impossível. Quem pode ir lá, quem participa? Quem tem um corpo transcendental. (verso). Sri Krsna das Kaviraj conta que este é um lugar muito confidencial, onde acontece o mangal-arati. Fica às margens do Yamuna. É chamado de nikunja-sarva. Ali acontecem passatempos amorosos muito confidenciais e muito secretos. Aqueles que estão no mhumor de sakhya, vatsalya ou santa, como Mãe Yasoda (vatsalya), não conseguem participar do mangal-arati. Nem mesmo Subal, Sridam, não têm a Sua entrada permitida, pois Yogamaya barra a entrada deles. Porque este lugar é muito confidencial, muito secreto, onde Yogamaya faz todos os arranjos e guarda estritamente, deixando entrar somente quem ela quiser. Subal e Sridam são sakhas, mas não podem entrar. Vocês entendem o que digo? Que tipos de sakhas estão lá? Os nitya-siddhas, prestha-sakhas. Subal e Sridam, que são prana-prestha-sakhas, mesmo assim, não podem entrar.

Há quatro tipos de sakhas: sakhas, nitya-sakhas, prana-sakhas e prana-prestha-sakhas. Mãe Yasoda com seu vatsalya-bhava também não é autorizada a entrar e nem mesmo o grupo das sakhis de Candravali. Quem pode entrar? Lalita, Visakha, Rupa Manjari e Rati Manjari. Por vezes, até mesmo Lalita e Visakha, prana-prestha-sakhis, têm que pedir autorização a Rupa e Rati Manjaris.  

(verso). Srila Raghunath das Gosvami fala que todas as manjaris estão neste local confidencial fazendo serviço. Porque é realmente um local muito confidencial e muito secreto. (verso). Prana-prestha-sakhis como Lalita e Visakha são sakhis de um nível muito elevado, do mesmo nível que Srimati Radhika. (verso). Srila Raghunath das Gosvami diz: estou sempre pedindo permissão para Rupa Manjari porque quero servir Srimati Radhika sob a guia de Rupa Manjari. Portanto, para participar o Mangala arati é preciso ter avidez, cobiça. E com esta cobiça, deve-se absorver naquele humor. Vocês entendem? Isso é aprakrta, transcendental, e coisas transcendentais são impossíveis de entender. (verso). Este lila de Radha-Krsna, o Mangala arati é muitíssimo confidencial, muito secreto. (verso). Então como entrar neste mangala-arati? Primeiramente você deve se absorver no humor do guru, guru-tattva-siddhanta. Então, sob a guia de guru-parvati, você se tornará qualificado para entrar naquele lugar tão confidencial. Caso contrário, não entrará. (song). Como Srila Narottam das diz nas orações do Sri Prarthana, Gauranga Bolite Habe, entre outras.

Sem estar sob a guia de Rupa Gosvami, Rupa Manjari em krsna-lila, não se consegue entrar no Mangal-arati.

suniyachi sadhu-mukhe bale sarba-jana

sri-rupa-krpaya mile jugala-carana (1)


ha ha prabhu sanatana gaura-paribara
sabe mili' bancha purna karaha amara (2)

sri-rupera krpa jena ama prati haya
se pada asraya jaba sei mahasaya (3)

prabhu lokanatha kabe sange lana jabe
sri-rupera pada-padme more samarpibe (4)

hena ki haibe mora---narma-sakhi-gana
anugata narottame karibe sasane (5)
"Eu ouvi das bocas dos devotos santos que qualquer um diz que, pela misericórdia de Srila Rupa Gosvami, pode-se aproximar dos pés de lótus do casal divino.


Ó Sanatan prabhu, associado pessoal do Senhor Caitanya, por favor, satisfaça meu desejo.

Por favor, satisfaça meu desejo de que Srila Rupa Gosvami, de uma forma santa, possa ser misericordioso comigo e que eu esteja apto para me abrigar a seus pés de lótus.

Quando será que meu mestre, Lokanath Gosvami, me colocará aos pés de lótus de Srila Rupa Gosvami?

Quando, pela sua misericórdia, este seu seguidor verdadeiro Narottam das, tornar-se-á elegível para receber instrução direta das gopis amigas do casal divino?" 
(Suniyachi Sadhu Mukhe, Narottama das)

Srila Narottam das Thakur está, muito humildemente, absorto nesta canção em seu guru narma-sakhi Manjulali. Quem é o guru de Srila Narottam das Thakur? Srila Lokanath das Gosvami. E qual é a forma transcendental de Lokanath das Gosvami? Manjulali.

“Quando chegará minha fortuna que outras sakhis, especialmente Lalita, Visakha, me darão alguma instrução e vão me permitir prestar algum serviço?”

É como no Mangala arati. Lalita e Visakha pedirão para, antes do Mangala arati, buscar algumas flores para fazer guirlandas e preparar também a pasta de sândalo, candan, a água morninha para banhar Radha e Krsna. Vocês entendem? Antes deles acordarem, tudo deve estar pronto, todos os ingredientes, para lavar a boca Deles, etc.

Como meu Gurudeva ensinou, deve-se por uma doce fragrância na água e um pano umedecido morno para Eles limparem a mão e os olhos de Srimati Radhika e Krsna, assim como o rosto. É como quando você viaja de avião e você recebe um paninho morno úmido para você se limpar, passar no rosto, nas mãos.

Lalita e Visakha dão estes tipos de instrução. Antes de Srimati Radhika acordar você tem que preparar todos os tipos de ingredientes que Eles vão precisar, pro banho, pra tudo, pra adoração. Preparar as roupas Deles, muito belamente. (verso). Então, Lalita e Visakha me darão instrução, primeiramente de como servir Radha e Krsna, antes Deles acordarem.

Então, Srila Narottam das Thakur está explicando desta forma. Com sons e melodias muito doces, poder-se-á glorificar Radha-Krsna: Por favor, acorde!

Lá também há diversas melodias muito doces. (verso). “Por que o sol está para nascer, por acorde, he Srimati Radhike! He Krsna, por favor, acordem!”

Por isso que você tem aprender todos os dias de melodia, de Lalita e Visakha.

palya-dāsī kori lalitā sundarī
amare loiyā kabe
śrī-rādhikā-pade kale milaibe
ajña-sebā samarpibe (1)

śrī rūpa mañjarī sańge jabo kabe
rasa-seba-śikṣa-tare
tad-anugā hoye rādhā-kuṇḍa tate
rohibo harṣitāntare (2)

śrī viśākhā-pade sańgīta śikhibo
kṛṣṇa-līlā rasamaya
śrī rati mañjarī śrī rasa mañjarī
hoibe sabe sadaya (3)

parama ānande sakale miliya
rādhikā caraṇe rabo
ei parākāṣṭhā siddhi kabe habe
pabo rādhā-pada saba (4)

Srila Bhaktivinod Thalur fala nesta canção:

"Quando chegará o dia em que Lalita e Visakha me darão diversas instruções e eu aprenderei todos os tipos de atividades.

Aos pés de lótus de Sri Visakha eu aprenderei músicas e canções que são rodeadas das doçuras transcendentais dos passatempos de Radha e Krsna e todas as outras sakhis do nosso grupo incluindo Rati e Rasa Manjaris vão também compartilhar os seus muito queridos e entusiasmados assuntos musicais conosco."
(Palya Dasi Kori, 
Bhaktivinoda Thakura)

Eu vou aprender todos os tipos de melodia com Visakha devi porque as oito sakhis Lalita, Visakha, Sudevi, Ranga devi são peritas em diferentes tipos de atividades. Então tenho que aprender de todas elas a como servir Srimati Radhika.

Portanto, o que é o mangal-arati? Deve-se cantá-lo de uma forma muito bela, fazendo um bhajan muito doce, suave.
govinda-damodara-madhaveti
he krsna he yadhava he sakheti
Os Brajavasis cantam: He Govinda, He Krsna, He Rasa-sindhu (oceano de doçuras divinas, Krsna), por favor, acorde! O mangala-arati é feito desta forma. Se você aprender tudo de Lalita e Visakha, Rati e Rupa Manjaris, você será qualificado para participar do mangala-arati. Caso contrário, não. Mas com este corpo você não pode participar do mangal-arati. O que fazer? Você terá que ir para o seu corpo transcendental. (verso). Caitanya-Caritamrta: Você tem que receber as ordens das sakhis e ter o humor das sakhis, sakhi-bhava, e seguir os passos de Rupa Manjari, Ananga-manjari.

Srila Narottam das thakur fala de seu guru: quem é ele? Manjulali. Portanto você deve seguir seu guru e as sakhis. Então o guru (Manjulali) oferece seu discípulo (Narottam) a Rupa Manjari e esta oferece o discípulo aos pés de Srimati Radhika. Você deve seguir guru-rupa-sakhi. Narottam das thakur entra, portanto, neste muito lindo, maravilhoso e confidencial lugar, e vê Srimati Radhika em sua cama macia e bonita. Srimati Radhika está muito satisfeita com ela e pergunta para Rupa Manjari: “Ei Rupa Manjari, quem é essa nova jovenzinha?” E Rupa Manjari responde: “Ela é muito esperta, mas eu não sei o nome dela. Foi Manjulali que trouxe, Manjulali que me deu ela, então eu a engajei em serviço aos Seus pé de lótus. Por favor, aceite-a”.

Qual a forma transcendental de Srila Narottam das thakur? Anuvilas manjari. (verso). Rupa-manjari disse: Foi Manjulali que a ofereceu para mim, essa jovem mocinha. E Srimati Radhika disse: O serviço dela é muito bonito! E ela é muito perita no que ela faz e em servir no Meu kunja, kunja-seva.

Mangala arati significa isso. Primeiro você acorda, toma banho e vai para este lugar, onde o guru é manjari e está com Lalita e Visakha. E pela misericórdia sem causa de Rupa Manjari você entra neste kunja. Neste lugar tão confidencial e secreto, quem pode entrar? Somente as manjaris. Lalita e Visakha não podem entrar. Primeiro, Rupa Manjari e Rati Manjari. Depois, Radha e Krsna acordam. Aquele lugar é completamente iluminado pela cor dourada e azulada porque a cor da pele de Srimati Radhika é da cor do ouro derretido e a de Krsna é azul. Então, este kunja é completamente iluminado nesta mistura de cores, dourada e azul. Se você for para Nidhuvana, você poderá ver isso. O mangala arati acontece neste local, Amado e Amante, Radha e Krsna, se encontram ali, porque este lugar é muito confidencial. Se você quiser ir neste mangala arati terá que ter este humor, bhava. Entendem? Nidhuvana-nagari. Sem sakhi-bhava você não entra no mangal-arati. (verso). Radha-Krsna-kunja-seva, se você quer este tipo de serviço, kunja-seva, deve sempre observar sakhi-bhava. Porque não são todos os grupos que podem servir Srimati Radhika. Somente as sakhis podem. Nem mesmo Candravali pode. (verso).

Srimati Radhika serve a Krsna. O corpo de Srimati Radhika é como um centro comercial, você pode encontrar tudo. O corpo de Srimati Radhika consegue satisfazer todos os desejos de Krsna. Você pode obter ali todos os tipos de ingredientes, todos os temperos. Krsna está brincando dentro do coração de Srimati Radhika. O corpo Dela é assim, todos os tipos de entretenimento estão ali e Krsna é o desfrutador supremo e Ele está desfrutando de todos os tipos de entretenimento, que vem do corpo de Srimati Radhika. (verso). Srimati Radhika é krsna-mayi, sempre absorta em Krsna. Os Seus olhos são azuis, porque Ela está sempre olhando para Krsna. As roupas de Srimati Radhika são azuis. (verso). Ela realiza todos os desejos de Krsna. Nos Puranas está explicado que por isso Seu nome é Radha. (verso). Ela é a mais elevada consorte de Krsna, para-devata. (versos). Ela realiza todos os desejos de Krsna em todas as rasas. Ela tem muito amor parental por Krsna, como uma mãe por seu filho. Ela nutre Krsna. Dia e noite Ela fica pensando como Krsna vai comer, o que Ele vai comer e é por isso que Ela cozinha para Krsna. Como uma mãe que dia e noite fica pensando em seu bebê, a comida Dele, tudo. Da mesma forma, Radha cozinha para Krsna.

Mas por quê? Para que Krsna tenha saúde, seja saudável. Porque Ele está fazendo a lila de ser humano. Durvasa Rsi deu uma benção para Srimati Radhika. Tudo o que Ela cozinhar tem o sabor de néctar e quem se alimenta de Sua prasada tem boa saúde. Por isso, Srimati Radhika vai todos os dias da Sua casa para Nanda-gaon para cozinhar para Krsna. E Ela cozinha muito belamente, diferentes e diferentes tipos de preparações, tudo isso para Govinda. Isso é tão vatsalya-bhava, humor parental: “Ah, como Govinda vai ficar feliz, saudável! Sua saúde vai aumentar!”

Ela está sempre pensando nisso, como uma mãe pensa. Da mesma forma, Srimati Radhika fica dia e noite pensando em como Krsna vai ficar feliz, como fazer para a saúde Dele aumente. Se Ela ouve falar que Krsna está um pouco doente, Ela não consegue tolerar. É como um filho que fica doente e a mãe não consegue agüentar. A mente fica perturbada e só se pensa nisso.

Uma vez em Dvarka, Krsna fez um lila de febre. E a mente de Mãe Yasoda e de todos os Brajavasis ficou muito perturbada. Eles só pensavam nisso, na febre de Krsna. Os moradores de Dvarka também ficou perturbada. Um médico chegou e disse: se algum de vocês colocar a poeira dos seus pés na cabeça de Krsna, ela vai embora na hora. Narada Rsi veio e fala para Krsna: os residentes de Dvarka não querem por a poeira dos pés deles em Sua cabeça. Ao ir para Brndavan, Narada contou para as gopis, especialmente para Srimati Radhika e neste momento, o coração de Srimati Radhika ficou muito triste na mesma hora e Ela começou a chorar: “Meu Krsna está doente!” E deu a poeira dos pés de lótus Dela na hora para Narada levar em sua roupa. Isso é muito humor parental, vatsalya-bhava, dia e noite sempre pensando, como faço para deixar Krsna mais feliz ainda. Como fazer para que Krsna fique livre de todo tipo de perturbação. Sempre pensando no bem-estar de Krsna. Ela cozinha alimentos muito maravilhosos, amrta, o néctar para Govinda.

Srila Bhaktivinoda Thakur canta uma canção: Srimati Radhika faz diversos tipos de preparações. Ela cozinha tudo isso pra Krsna e Ele come tudo, aquela prasada deliciosa. Nesta canção é dito que Madhumangal e Krsna estão comendo laddhu, kacoris e brincando. Subal e Sridam estão dando risadas, todos brincando entre si. Após alguns remanentes de Krsna sobrarem, Srimati Radhika come esta maha-prasada de Krsna. Portanto Ela possui e combina todas as rasas Nela. O corpo Dela é muito doce, se eu disser vocês não entenderão. Isso é muito elevado, isso é kunja-lila, passatempos em locais muito confidenciais. Na primeira vez em que Eles se encontram, realizam muitas atividades diferentes.

Govinda bolo Hari Gopala bolo!