FOTOS
ÁUDIOS
VÍDEOS
NOVIDADES

15.8.17

JANMASTAMI

Aula dada em 25/08/2016
Hari-katha na manhã de Janmāṣṭamī, no templo Sri Kesavji Gaudiya-Math, Mathura/India.

Transmitido ao vivo aqui
Tradução


oṁ namo bhagavate vāsudevāya
janmādy asya yato ’nvayād itarataś cārtheṣv abhijñaḥ svarāṭ
tene brahma hṛdā ya ādi-kavaye muhyanti yat sūrayaḥ
tejo-vāri-mṛdāṁ yathā vinimayo yatra tri-sargo ’mṛṣā
dhāmnā svena sadā nirasta-kuhakaṁ satyaṁ paraṁ dhīmahi

(Śrīmad-Bhāgavatam 1.1.1)
“Oh, meu Senhor, Śrī Kṛṣṇa, filho de Vāsudeva, Oh, onipresente Personalidade de Deus, eu ofereço minhas respeitosas reverências a Ti. Eu medito no Senhor Śrī Kṛṣṇa porque Ele é a Verdade Absoluta e a causa primordial de todas as causas da criação, manutenção e destruição dos universos manifestos. Ele é direta e indiretamente consciente de todas as manifestações e Ele é idependente porque não há outra causa além dEle. É apenas Ele que primeiramente transmitiu o conhecimento védico no coração de Brahmājī, a entidade viva original. Devido a Ele, até mesmo os grandes santos e semideuses são afetados pela ilusão, pois se maravilham pela representação ilusória da água vist no fogo ou da terra vista na água. É devido a Ele apenas que os universos materiais, manifestados de forma temporária pelas reacões dos três modos da natureza, parecem ser verdadeiros, embora sejam irreais. Eu portanto medito nEle, o Senhor Śrī Kṛṣṇa, que reside eternamente  na morada transcendental, eternamente livre das representações ilusórias do mundo material. Eu medito nEle, pois Ele é a Verdade Absoluta.”

Reverências a Personalidade de Deus Vāsudeva indicam diretamente o Senhor Śrī Kṛṣṇa, o divino filho de Vāsudeva e Devakī. Esse fato será explicado mais profundamente ao longo do texto desta obra. Śrī Vyāsadeva declara aqui que Śrī Kṛṣṇa é a Personalidade de Deus original:
ete cāṁśa-kalāḥ puṁsaḥ
kṛṣṇas tu bhagavān svayam
(Śrīmad-Bhāgavatam 1.3.28/CC Adi 2.67&5.79)
“Todas as encarnações citadas anteriormente são ou porções plenárias ou partes das porções plenárias do Senhor, mas Sri Kṛṣṇa é a Suprema Personalidade de Deus original.”

Vyāsadev explica claramente: kṛṣṇas tu bhagavān svayam. Svayam Bhagavān.

Svayaṁ-rūpatad-ekātma-rūpa e āveśa. Svayaṁ-rūpa, Sua forma original é Vrajendra-nandana Shyama-sundara, o filho de Nanda Maharaj.

Nos Upaniṣads  é explicado que Kṛṣṇa é a Suprema Personalidade de Deus e uma refulgência se manifesta de Seu corpo, por esse motivo os jñānīs, com seu conhecimento, não conseguem ver Sua forma original. Os jñānīs pensam que Ele é apenas refulgência. Já os yogis, através do processo de yoga, realizam que Ele é Paramātmā (a Superalma), que reside no coração de todos os seres vivos. E os devotos, através de seu serviço devocional, estão muito próximos do Senhor e por esse motivo realizam que Ele é a  Suprema Personalidade de Deus, svayaṃ-bhagavān.

Vyāsadev Gosvāmī declara no Śrīmad-Bhāgavatam que cada um vai falar sobre Deus de acordo com a sua própria realização. Assim, o que eles dizem é uma verdade parcial. Vyāsadev Gosvāmī cita este verso:
vadanti tat tattva-vidas
tattvaṁ yaj jñānam advayam
brahmeti paramātmeti
bhagavān iti śabdyate
(Śrīmad-Bhāgavatam 1.2.11/CC Ādi 2.63)

“Transcendentalistas eruditos que realizam a Verdade Absoluta, dizem que ela é conhecimento não dual, chamada de Brahman impessoal, o Paramātmā localizado e a Personalidade de Deus.” 

O Senhor é Um, mas Ele possui três aspectos: Brahman, Paramātmā e Bhagavān.

Brahman é a refulgência que se manifesta do corpo do Senhor; Paramātmā é a Superalma que reside no coração de todas as entidades vivas (Ele reside em todo lugar como Paramātmā) e Bhagavān é Aquele que possui seis opulências:
aiśvaryasya samagrasya
vīryasya yaśasaḥ śriyāḥ
jñāna-vairāgyayoś caiva
ṣaṇṇam bhāga itiṅgaṇa
(Viṣṇu Purāṇa 6.5.47)

“Bhagavān é Aquele que possui todas as opulência por completo: toda beleza, toda fama, toda riqueza, toda força, todo conhecimento, toda renúncia - todas essas qualidades estão manifestadas plenamente em Bhagavān.” 

Aquele que possui seis opulências é Bhagavān. Aiśvarya, Ele tem vasta opulência; opulência significa aiśvarya, cit-jagat. Se eu disser que uma pessoa é muita rica, significa que ela possui muito dinheiro, muitos seguidores, muitas casas, fábricas... Por esse motivo se diz que Ele é cheio de opulência.

Da mesma forma, Kṛṣṇa tem opulência... qual? Ele é o Controlador  Supremo de três jagats (mundos): cit-jagat, maya-jagat e jiv-jagat. Cit-jagat: Ele é o Controlador Supremo do mundo transcendental; jiv-jagat: Ele é o controlador de todas as entidades vivas e maya-jagat: Ele é o Controlador Supremo de maya; maya cria o mundo material, então Kṛṣṇa é o Supremo Controlador de maya-jagat. Ele é o Supremo Controlador e por isso possui muita opulência.

Com a Sua potência transcendental Ele cria o mundo transcendental, cit-jagat. Ele é o proprietário supremo do mundo transcendental. Por exemplo, se você construir ou comprar uma casa, você será o dono da casa. Da mesma forma, Kṛṣṇa cria o mundo transcendental (cit-jagat) e por isso é o Controlador Supremo. Ele cria maya, por isso Ele é o Controlador Supremo de maya-jagat, o mundo material. E todas as entidades vivas são manifestadas, ou criadas por Ele, por isso Ele é o Controlador Supremo das entidades vivas. Assim, dentre as seis opulências, a primeira é aiśvarya. vīrya significa que Ele é muito poderoso e controla a todos; Brahmā, Śiva, Narada, todos são controlados por Ele e todos oferecem flores e reverências aos Seus pés de lótus.

Yaśaḥ significa nome, fama e reputação. Ele levantou Giriraj Govardhan. E Ele é o criador, destruidor e mantenedor de todas as entidades vivas. 
yato vā imāni bhūtāni
jāyante yena jātāni jīvanti
yat prayanty abhisaṁ-viśanti
tad vijijñāsasva tad brahma
(Taittirīya Upaniṣad 3.1)
“Uma pessoa deve inquirir a respeito daquele Brahman de qual todas as entidades vivas nascem, pelo qual suas existências são mantidas e no qual todos adentram por fim.”


Śriyā significa beleza; a beleza dEle é única, e até mesmo todas as Suas encarnações anseiam por ter o darshan (a visão transcendental) da linda forma de Kṛṣṇa. Até mesmo as vacas, árvores, pássaros e veados ficam completamente maravilhados com Sua beleza e com o som de Sua flauta. Todos ficam completamente intoxicados com a Sua beleza. Jñāna significa conhecimento; Ele tem vasto conhecimento; Ele sabe todas as línguas. Os Vedas, Purāṇas, Upaniṣads se manifestaram dEle. Vairāgya quer dizer que Ele é completamente desapegado de tudo. Portanto, Aquele que é Bhagavān, a Suprema Personalidade de Deus, tem seis opulências: aiśvaryasya samagrasya… (Viṣṇu Purāṇa 6.5.47).

Srila Jiva Gosvamipad explicou mais sobre esse assunto em seu Kṛṣṇa-sandarbha. Bhrama, a entidade viva original, explica esses tópicos a respeito de Kṛṣṇa de forma substancial em seu grantha (escritura sagrada) Brahmā-samhita. E nesse livro, Brahmaji também oferece stava-stutis (orações e reverências) a Kṛṣṇa: kṛṣṇas tu bhagavān svayam; ete cāṁśa-kalāḥ puṁsaḥ/kṛṣṇas tu bhagavān svayam... (SB 1.3.28).
īśvaraḥ paramaḥ kṛṣṇaḥ
sac-cid-ānanda-vigrahaḥ
anādir ādir govindaḥ
sarva-kāraṇa-kāraṇam
(Brahmā-samhita 5.1)
“Kṛṣṇa, que é conhecido como Govinda, é a Suprema Personalidade de Deus. Ele possui um corpo espiritual eterno e cheio de bem-aventurança. Ele é a forma original de tudo. Ele não tem nenhuma outra origem e Ele é a causa primordial de todas as causas.”

Ele é a causa de todas as causas, sarva-kāraṇa-kāraṇamĪśvaraḥ paramaḥ kṛṣṇaḥ… Ele não tem início.

No Samaveda, Upaniṣads, também é declarado que o Senhor Kṛṣṇa é o filho divino de Devakī; Devakī significa . O Hari-Vamsa Purāṇa explica que Yaśodā, a esposa de Nanda Maharaj, tem dois nomes: Yaśodā e Devakī. As pessoas em geral pensam que Devakī é a esposa de Vāsudeva Maharaj, mas no Śrīmad-Bhāgavatam, as gopis chamam Kṛṣṇa sobretudo de ‘Devakī-sutaka’, que significa ‘Yaśodā-suta’, o filho de Yaśodā.

Portanto, a primeira declaração dessa oração é que o Senhor Kṛṣṇa é o Senhor primordial e Ele é a Suprema Personalidade de Deus. Os Upaniṣads também explicam: yato vā imāni bhūtāni... (Taittirīya Upaniṣad 3.1).


Os impersonalistas pensam que existe apenas Brahman, mas Jiva Gosvamipad explica quem é Brahman e qual é o significado de Brahman?. Há muitos significados para Bhraman: corpo, alma, mente, amor… Mas o Brahman original significa:
‘brahma’-śabde mukhya arthe kahe — ‘bhagavān’
(
Śrī Caitanya-caritāmṛta Ādi 7.111)
“De acordo com a compreensão direta, a Verdade Absoluta é a Suprema Personalidade de Deus, que tem todas as opulências espirituais. Ninguém pode ser igual ou maior do que Ele.”

Art: Vasudeva Krsna-das
O significado original de Brahman é svayaṃ-bhagavān, Vrajendra-nandana Shyama-sundara.

Kṛṣṇadāsa Kavirāja Gosvāmī explica claramente: ‘brahma’-śabde mukhya arthe kahe — ‘bhagavān’... Ninguém pode se igualar a Mim, o que dizer superior? Ele tem inúmeras potências (ananta-śaktī): samvit, sandhinī e hlādinī, porque Ele é  sat-cit-ānanda.

Ele é a Personalidade de Deus original e isso é confirmado por Arjuna e também por grandes santos como Narada, Vyāsa e muitos outros. No Padma Purāṇa também é declarado que dentre os inumeráveis nomes do Senhor, o nome de Kṛṣṇa é o principal. Kṛṣṇa é ananta-nam, Ele tem inumeráveis nomes, mas Seu nome original é Kṛṣṇa. Kṛṣṇa tem dois tipos de nomes: primários e secundários, como Brahman, Paramātmā, Ísvara, Jagadīśvara. E dentre os nomes primários, há aisvarya-yukta-nam (nomes onde há mistura de opulência) e madhurya-yukta-nam (nomes cheios de doçura). Kṛṣṇa, Shyama-sundara, Madhana-mohan, Vrindavana-chandra são madhurya-yukta-nam. Madhurya significa doçura, ou seja, as doces lilas (passatempos divinos) estão misturadas ali [estão presentes no nome]. Por exemplo, o nome Rasa-Bihari significa que Ele realiza a rasa-lila com as gopis.

Kṛṣṇa atrai todas as entidades vivas e dá prazer a elas, por esse motivo Ele é chamado de Kṛṣṇa. Assim, Seu nome original é Kṛṣṇa, como se explica nos Vedas, Purāṇas e Upaniṣads: kṛṣṇas tu bhagavān svayam... (Śrīmad-Bhāgavatam 1.3.28).

E aisvarya-yukta-nam, os nomes que contém opulência, como Nārāyaṇa, o controlador de Vaikuntha, Vaikuntha adi-pati. Rama, Nrisimha… O mesmo Kṛṣṇa se manifesta em muitas formas. Ele é um, assim explicam os Upaniṣads, Ele é apenas um (ek-tattva), a Verdade Absoluta, mas tem inumeráveis potências (ananta-śaktī).

No Padma Purāṇa também é declarado que dentre os inumeráveis nomes do Senhor, o nome de Kṛṣṇa é o principal. Vāsudeva indica a porção plenária da Personalidade de Deus e todas as diferentes formas do Senhor são idênticas a Vāsudeva. O nome Vāsudeva  indica particularmente o divino filho de Vāsudeva e Devakī. Os paramahaṁsas, almas perfeitas dentre aqueles que pertencem a ordem renunciada de vida, estão sempre meditando em Śrī Kṛṣṇa. 

Kṛṣṇa é Bhagavān, ou seja, Ele nunca nasce e Ele nunca morre; pois se até mesmo a alma jamais nasce ou morre, o que dizer então do Senhor? Aqui é explicado que apesar de Ele ser Bhagavān, através de Sua Yogamaya, Kṛṣṇa nasce do ventre de mãe Yaśodā.

Kṛṣṇa tem dois tipos de lila: Ele aparece (avirbhav) e Ele nasce (janma). Ele aparece na prisão de Kamsa e Ele nasce do ventre de mãe Yaśodā em Gokul. Isso acontece devido a sua potência inconcebível (acintya-śaktī). De acordo com a filosofia vaishnava, podemos utilizar estes dois termos: janma (nascimento) e avirbhav (aparecimento). Nós estamos celebrando avirbhav ou janma? Os dois. Os dois são perfeitos, porque depende do nível (adhikari) das pessoas.

Nrisimhadev-Bhagavān apareceu de um pilar, então o pilar é a mãe e o pai de Nrisimhadev? Não podemos dizer isso. Da mesma forma, Kṛṣṇa apareceu na prisão de Kamsa diante de Devakī e Vāsudeva e isso é chamado avirbhav. E janma significa que Ele nasceu do ventre de sua mãe, assim como uma criança comum, Ele nasceu do ventre de mãe Yaśodā. Mas como é possível?

O Srimad Bhagavad-gītā declara: na jāyate na mriyate... (Bhagavad-gītā 2.20), Ele nunca nasce e Ele nunca morre. Então como é possível que Ele tenha nascido do ventre de mãe Yaśodā? Por isso chamamos de Kṛṣṇa-lila, madhurya-lila [doces passatempos] de Kṛṣṇa; com a sua potência inconcebível (acintya-śaktī) Ele realiza essas lilas

Por exemplo, a lua é uma, mas de acordo com nosso ponto de vista, em diferentes dias, nós vemos suas diferentes fases (formas): às vezes a vemos pela metade e às vezes ela está completamente cheia (purna-chandra). Da mesma forma, Kṛṣṇa é sempre purna [completo], mas de acordo com diferentes pontos de vista, nós O vemos de diferentes formas; Seus avatares. Kṛṣṇa é a Suprema Personalidade de Deus.

A supremacia de Kṛṣṇa é sinônimo de Suas atividades originais. Por exemplo, um rei que tem muitas qualidades, mas não tem nenhum poder, não pode controlar ninguém. Ou se você tem muitos exércitos, mas não tem o poder para controlá-los... Mas Kṛṣṇa tem inumeráveis śaktīs [potências], ananta-śaktī, Ele é o Supremo Controlador. Outro exemplo, o presidente da Índia é o supremo, mas ele não tem poder para controlar todos… Mas Kṛṣṇa é a Suprema Personalidade de Deus e é também o Supremo Controlador. Se eu te der muito dinheiro, mas não te der o poder  ou a força para gastá-lo… 

Kṛṣṇa é Supremo Criador, o Supremo Mantenedor e o Supremo Destruidor. Yato vā imāni bhūtāni(Taittirīya Upaniṣad 3.1), os Upaniṣads explicam que tudo se manifesta dEle, tudo é mantido (nutrido) por Ele e tudo é destruído por Ele.

Mas Kṛṣṇa não faz tudo de forma direta. Ele destrói, mata os demônios através de Suas encarnações de Viṣṇu, nutre todas as entidades vivas como Nārāyaṇa e destrói tudo com a Sua encarnação de Śiva. Brahmā, Viṣṇu e Śiva. Ele cria tudo através de Brahmā, destrói tudo com sua encarnação de Śiva e nutre todas as entidades vivas através de sua encarnação de Nārāyaṇa (Viṣṇu). Mas então o que Ele está fazendo? Ele está brincando, desfrutando em Vraj, Vrindavan, porque Ele é o Supremo Desfrutador.

O que é mais difícil: ter alguém que trabalhe para você ou trabalhar por conta própria? Servir é muito fácil, mas se você engaja alguém em serviço, terá muita dor de cabeça.

Kṛṣṇa realiza todas as Suas atividades, sṛṣṭi, sthiti e pralayeraatravés de Suas diferentes encarnações, [que cuidam da] criação, destruição e manutenção. São três coisas: sṛṣṭi, sthiti e pralayera. E quem está fazendo isso é Kṛṣṇa? Não. São Suas encarnações. E então o que Ele está fazendo? Ele está se divertindo! Ele está brincando, tocando Sua flauta, brincando com as gopis e realizando sua lila mais elevada, a rasa-lila.

Ele é muito inteligente! O que significa ser uma pessoa inteligente? A pessoa mais inteligente de todas não faz nada por conta própria, mas engaja os outros nas atividades. Ele é então svayaṁ-rūpa, svayaṁ-rūpa braje brajendra-nandana. Kṛṣṇa tem três formas: svayaṁ-rūpa, tad-ekātma-rūpa e āveśa. E svayaṁ-rūpa se divide novamente em dois: svayaṁ-rūpa e svayaṁ-prakāś.

Ele toca a flauta e brinca com os Seus devotos; Ele saboreia todos os tipos de bem-aventurança (ānanda). Kṛṣṇa é Bhagavān, a Suprema Personalidade de Deus, por essa razão tudo é muito fácil para Ele. Ele engaja todas as Suas encarnações nas três atividades: sṛṣṭi, sthiti e pralayera.

[Srila Gurudev: Agora já são 06h e todos os vaishnavas virão para oferecer seus stava-stutis.]

Hoje nós estamos observando Kṛṣṇa Janmāṣṭamī ou seja, o nascimento de Kṛṣṇa do ventre de mãe Yaśodā. Kṛṣṇa está realizando todas as Suas atividades como um ser humano, manav-lila.

Kṛṣṇa tem dois tipos de lilas: aisvarya-lila e manav-lila. Todas as opulências estão dentro de Kṛṣṇa; às vezes Ele as manifesta, às vezes elas estão encobertas, mas todas as Suas atividades são como as de um ser-humano comum.

Kṛṣṇa levantou Giriraj Govardhan, revelando assim Sua opulência. Um ser-humano não consegue segurar a Colina de Giriraj Govardhan e isso demonstra a Sua opulência. Kṛṣṇa dançou em cima dos capelos da serpente Kaliya; um ser-humano não pode fazer isso. Mas em madhurya, todas as suas atividades são como as de um ser-humano. As opulências de Kṛṣṇa  são às vezes reveladas e às vezes encobertas. Ele nasce do ventre de mãe Yaśodā e ao mesmo tempo aparece diante de Devakī na prisão de Kamsa. Com sua acintya-śaktī, sua potência inconcebível, Kṛṣṇa aparece. Mas não houve o corte do cordão umbilical. Como você sabe que uma mãe deu a luz a criança? Quando se corta o cordão umbilical! Se alguém diz que Kṛṣṇa nasceu do ventre de Devakī, como ela vai provar, qual é a evidência? Não há evidência! Não houve sangue,  líquido amniótico, nada! Mas quando Kṛṣṇa nasce do ventre de mãe Yaśodā:
nandas tv ātmaja utpanne
jātāhlādo mahā-manāḥ
(Śrīmad-Bhāgavatam 10.5.1)
Jāta-saṁskāra. Quando o bebê nasce do ventre de Sua mãe, há muitas evidências. Nanda Maharaj fez doação de inúmeras vacas para os brahmanas, doou muitas roupas, entre outras coisas. Vāsudeva Maharaj não fez nada disso, fez apenas em sua mente, pensando.

Assim, nós podemos comparar. Nós estamos celebrando o avirbhav-tithi ou o janmā-tithi de Kṛṣṇa? O janmā-tithi, Janmāṣṭamī! [A lila de nascimento de Kṛṣṇa e não o Avirbhastami, seu aparecimento].

Em Mathura, às vezes costumávamos ir a prisão de Kamsa com Guurdev, o local onde ocorreu o avirbhav, o aparecimento de Kṛṣṇa. E o local de nascimento de Kṛṣṇa é em Gokul. Se você for a Nanda-Gokul, você verá o local de nascimento de Kṛṣṇa.

Bhagavān é a Suprema Personalidade de Deus e Ele pode aparecer onde quiser.

Bolo Vrindavan bihari lali ki jai!

Transcrição: Manjari Priya Devi Dasi