FOTOS
ÁUDIOS
VÍDEOS
NOVIDADES

29.11.17

O PASSAPORTE DA ALMA

13/02/2017
Salvador/BA
Centro Espírita Iluminar


Qual é o significado de “Hare Krishna”? 

“Hare Krishna” são os santos nomes de Deus. Nesse mundo material existem dois tipos de pessoas: ateístas e teístas; algumas pessoas têm fé em Deus, outras não. Por que tem gente que não tem fé em Deus? Porque Deus cria esse mundo e ao mesmo tempo Ele cria algumas regras.

Por exemplo, se o governo cria uma nova colônia, comunidade ou vila, a primeira coisa que o governo vai implementar nesse local é um hospital e uma delegacia de polícia. Depois o governo vai incrementar com escolas, parques, diferentes locais de entretenimento e então uma imobiliária para começar a construir os imóveis; essas são as regras. E por que o governo primeiramente faz uma delegacia em um novo local? Porque eles sabem que vai ter gente que não vão seguir as regras, vão burlar as regras e vão perturbar a sociedade. Por esta razão o governo primeiramente dá preferência a delegacia, exército e polícia militar. Da mesma forma, Deus cria esse mundo material. O significado simples da palavra “Deus”, ou como é dito em Inglês, “God”, é que Ele é o Gerador Supremo, Operador Supremo e Destruidor Supremo. Deus é o Criador Supremo, Ele cria esse mundo material, e não só esse mundo material, Ele cria inumeráveis mundos materiais. Deus também nutre todas as entidades vivas, e quando Ele vê que algo não é mais de serventia, Ele o destrói. 

Assim, nesse mundo material existem dois tipos de pessoas, as teístas e ateístas. Os ateístas não acreditam em Deus. Por que? Porque eles não querem seguir as regras de Deus. Mas se você é ateísta ou teísta, eu não quero entrar nesse ponto. Eu quero falar sobre coisas espirituais, e quando se fala de espiritualidade, automaticamente temos que falar sobre Deus.
Na verdade tudo está moldado por regras e regulações, até mesmo os astros, a rotação da terra, o movimento das estrelas; cada planeta está dentro de sua órbita. Se ocorrer qualquer movimento que seja fora daquela órbita predestinada, tudo é destruído. Porque quando você quebra as regras, automaticamente todo tipo de perturbação irá surgir. Um exemplo é que, se você quebrar qualquer regra do seu corpo, você ficará doente. Se você não dormir e comer todos os dias de forma adequada, seu corpo não vai ficar bem e vai começar a apresentar falhas. Comer muito, ou comer pouco, gera problemas ao seu corpo. Existe um provérbio em inglês que diz: tudo em excesso causa perturbação. Se você comer demais, problemas virão. Tudo em excesso causa problema. Por isso devemos seguir todas as regras, dessa forma tudo vai fluir bem.

Então, primeiro devemos entender como Deus cria esse mundo material, e como Ele nos mantém. Ele é o Controlador Supremo, Ele nos dá tudo. Deus criou os seres humanos, animais, todas as entidades vivas com um propósito. Nesse mundo material, tudo que Deus criou tem um propósito. Por exemplo as árvores: Deus criou as árvores que nos dá oxigênio e sem oxigênio nós não podemos viver. E por que Deus nos dá tudo isso? Porque todos nós somos filhos e filhas de Deus. A Bíblia explica claramente isso, Deus é nosso pai e nós somos filhos e filhas de Deus. Se você não der respeito ao seu pai, seu pai não vai ficar feliz. Da mesma maneira acontece se você não der respeito aos seus superiores e a seus pais. Então devemos respeitar nossos pais, e tudo isso vem da nossa criação. Por isso em Inglês é dito que: a caridade começa no lar. Se seus próprios pais não respeitam os pais deles, como é que a nova geração vai respeitar? Quando eu respeito os meus pais, aí sim meus filhos vão me respeitar.

Quem é nosso pai original? Nosso pai original é Deus e as escrituras da Índia explicam: Ó Senhor, Você é meu pai, Você é minha mãe, Você é tudo pra mim. Então se nós respeitarmos a Deus, Ele vai ficar muito feliz. Por exemplo, você tem muito dinheiro, mas para quem você vai dar esse dinheiro? Você vai dar para aquele filho que é muito próximo e querido a você. Mas se você não deixar um testamento dizendo para qual filho você quer dar o dinheiro, automaticamente isso vai ser decidido pela justiça e a herança vai ser dada. Da mesma maneira, você oferencendo seus respeitos a Deus ou não, mesmo assim Ele vai sempre te dar tudo, pois Ele tem muito amor e afeição por todos vocês. Deus nunca pensa que alguém é seu inimigo. Algumas pessoas até pensam que Deus é nosso inimigo, mas Deus nunca pensa isso de nós. Deus nos dá tudo, por isso devemos respeitá-lO. [Começa a chover no local]. Deus cria tudo, até mesmo a chuva, e agora ele está nos dando bênçãos com a chuva. Nós também precisamos da chuva, sem chuva não conseguiríamos sobreviver.

Tentem entender essa filosofia, em todas as coisas que existem nesse mundo material, automaticamente existe uma natureza dentro daquilo. Por exemplo, a água. A partir do momento que a água existe, automaticamente ela já tem uma natureza inerente dentro dela. A água é composta pelo hidrogênio e oxigênio; quando eles se misturam, formam a água. E qual é a natureza da água? A natureza da água é que ela sempre escorre e é líquida. Tudo aquilo que é líquido, automaticamente tem essa natureza de escorrer. Se você jogar a água, ela vai escorrer para baixo e não vai para cima.

Se com uma máquina você jogar a água para cima, é outra coisa, mas a natureza dela é sempre ir para baixo. A natureza da água é que ela é líquida, mas essa mesma água, se você colocá-la em uma temperatura abaixo de zero, ela vai ter sua natureza transformada. Se você submeter a água a uma temperatura de -15º ou -20º, então você não vai mais chamá-la de “água”, e sim de “gelo”. O líquido acabou se transformando em sólido. Você até consegue segurar um pedaço de gelo na sua mão, mas sem ter um recipiente, você não consegue segurar a água em sua mão. O gelo é aquela mesma água que mudou seu estado de líquido para sólido. Dentro do gelo estão as mesmas propriedades da água, H2O. E esse mesmo gelo, se você submetê-lo a uma temperatura elevada, ele volta a sua posição anterior, o estado líquido. 

Por que estou dando esse exemplo? Deus é o Supremo. Deus nos criou, Deus criou esse corpo, mas todas as almas são parte e parcelas de Deus. Você é a alma, você não é esse corpo. Por a alma residir nesse corpo, esse corpo funciona. Você diz que é esse corpo, mas na verdade você não é. Se eu te perguntar: “Como vai você?”, talvez você responda: “Estou bem”, “Minha saúde não está boa”, ou: “Minha saúde está boa, mas minha mente não está bem”. Tente entender essa filosofia. Automaticamente duas coisas surgem: o “eu” e o “meu”.  “Eu estou bem, mas meu corpo não está bem”. Você estão dizendo “meu corpo”,  você não diz “eu corpo”. Quem é esse “eu”?

Nós dizemos: “Essa é minha casa”. Você não é a casa. Essa casa te pertence, você mora dentro dela, por isso você diz: “minha casa”. Você não se refere a sua casa como “eu casa”, mas como “minha casa”. Quem é o “eu”? Tente entender essa filosofia, quando nós dizemos “meu corpo” significa que você não é esse corpo, mas que esse corpo te pertence. Então, tente entender, quem é você? Quem sou eu? 


Quem é você? [Srila Gurudeva pergunta a visitante na plateia]
Visitante: - Meu nome é Cleia.
Gurudeva: - Cleia é o nome de quem?
Visitante: - Do meu corpo.
Gurudeva: - Sim, o nome do seu corpo! E quem está dentro desse corpo?
Visitante: - Minha alma.

Você nunca viu a sua alma, mas você acredita que é apenas pelo fato de a alma residir dentro do corpo que o corpo funciona. 

Por isso dizemos ''corpo morto''. Antes era corpo, agora é corpo morto. Antes você falava “meu corpo”, agora esse “meu” acabou, então você passa a falar “corpo morto”. Se formos ao hospital, o médico vai dizer: “Aquela pessoa morreu, e esse é o corpo morto dela”. Por exemplo, você pode perguntar para alguém: “Qual é o seu nome?” e ela responde: “Meu nome é Ana”. Quando a Ana morrer, o médico vai dizer: “Esse é o corpo morto da Ana”. Mas então, onde está a Ana?

Antes o médico dizia: “Essa é a Ana”, mas agora ele diz: “Esse é o corpo morto da Ana”. Então você pergunta para o médico: “Onde está a Ana? Esse é o corpo morto da Ana, Mas onde está a Ana?”.

Isso não é incrível? E se depois que ela já tiver morrido eu falar: “Aqui está a Ana”, todos irão dizer: “Não, na verdade esse é o corpo morto da Ana”. Então se eu perguntar: “Onde está a Ana? Para onde ela foi? Quando ela vai voltar?”, até o próprio médico vai dizer: “Eu não sei”.

Por exemplo, se eu pergunto a você: “Onde está o seu pai?”, talvez você responda: “Meu pai foi para Londres”. Então, novamente eu pergunto: “E quando ele volta?” e você diz: “Talvez em cinco ou dez dias”. Mas no caso da Ana, ela morreu. Então se perguntarmos: “Para onde ela foi?”, o médico dirá: “Eu não sei para onde ela foi”. “Quando a Ana vai voltar para esse corpo?”, então, o médico vai responder: “Nunca, ela nunca vai voltar para esse corpo de novo”. Aqueles que se foram, nunca vão voltar.

Só pelo fato de a alma residir nesse corpo é que esse corpo funciona. Como eu estava explicando antes, tudo que existe nesse mundo, tem uma natureza dentro. Então qual é a natureza da alma?

Qual é a natureza desse corpo? Comer, dormir, descansar. Nosso corpo não descansa todo dia? Comemos todo dia, bebemos água. Mas qual é a natureza da alma? Todos os dias o corpo precisa comer e descansar e se você não descansar, pode ficar louco. Se você não comer, não vai conseguir manter esse corpo, vai ficar magro e vai abandonar esse corpo. Você também não pode viver sem oxigênio. Tudo isso que estou explicando é sobre a natureza do corpo, mas qual é a natureza da alma que reside em nosso corpo?

A natureza da alma é: jīvera 'svarūpa' haya-krsnera 'nitya-dāsa'.  A natureza da alma é de servir a Deus, pois todos nós somos partes e parcelas de Deus. Portanto a natureza da alma é de servir a Deus. Sem servir a Deus, a alma não vai ficar feliz.

Um exemplo, certa vez, um menino mergulhou na água, e quando ele levantou, viu que tinha algo em sua mão, algo que não parava de ser mexer, mas ele não sabia o que era. Então o menino levou aquilo para sua casa e colocou em sua cama macia. O menino dizia: “Mãe, por que esse meu amigo não está feliz aqui na minha cama tão macia? E por que ele fica se mexendo e pulando de um lado para o outro?”. Então sua mãe disse: “Meu filho, o seu amigo não vai ficar feliz na sua cama macia. Isso que está na sua cama, se chama ‘peixe’. Se você colocar o peixe na água, aí sim ele vai fica feliz”. Então o menino foi e colocou o peixe na água, e o peixe ficou super feliz, nadando de um lado para o outro. 

Da mesma maneira, a natureza da alma é servir a Deus. E essa natureza espontânea está dentro de nossos corações. Um exemplo é a mãe. A mãe serve seu bebê espontaneamente. Alguém nos ensinou a amar? Não, o amor é algo espontâneo. O amor é algo que vem do âmago de nossos corações, para que nós possamos expressar nossos sentimentos. 

Todos nós viemos de Deus, e Deus é a personificação do amor divino. A Bíblia explica claramente: Deus é amor, e amor é Deus. Deus é a personificação do amor divino e o mesmo amor está dentro de nossos corações. A diferença é que Deus é grandioso, e nós somos diminutos.

Eu não estou falando desse corpo material. Esse corpo material é feito de cinco elementos: terra, fogo, ar, agua, espaço.

Esse corpo é feito de cinco elementos, e um dia ele vai ser separado desses elementos. Nós acabamos de discutir sobre um corpo morto. Se você deixar esse corpo ali por cinco, dez ou vinte horas, então esses elementos vão começar a se separar do corpo. Nosso corpo tem setenta ou oitenta por cento de agua. E após a morte essa agua começa a se separar do corpo e o corpo começa a se decompor muito rapidamente. Isso é verdade ou não?

A alma é eterna e transcendental, em sânscrito nós dizemos “sat-cit-ananda”. Deus é transcendental, e a alma é transcendental. A única diferença é que Deus é grandioso e a alma é diminuta, menor que uma molécula.

Deus é a própria personificação do amor divino. Seu amor é grandioso, e nós como almas também temos esse amor, só que de forma diminuta, em nossos corações. Por exemplo o tigre. O tigre é um animal bem feroz quando se trata de atacar suas presas, mas ele dá muito amor e carinho para seus filhotes.

Vocês já viram os tigres, leões e leoas no zoológico? Eles são muito agressivos, é só você chegar perto que eles já querem te atacar. Mas essa mesma leoa vai nutrir seus filhotes dando amor, amamentando, beijando, abraçando, e tudo mais.

Mas nós como seres humanos, Deus nos deu a capacidade da discriminação. Significa que nós podemos dar e receber amor, e também dar compaixão a todos. Por isso nossas escrituras explicam: ame a Deus, então assim você vai amar a todos.

Quem é seu inimigo? Ninguém é seu inimigo! Às vezes nós pensamos que alguém é nosso inimigo, mas na verdade ninguém é nosso inimigo. Todos vocês são a personificação desse amor divino. Apenas expresse seus sentimentos e realize isso. Então Deus ficará muito feliz.

Em cada vida nós mudamos de corpo; o que dizer de cada vida, a cada dia nós estamos mudando de corpo. Por exemplo, se eu te perguntar, quantos anos você tem? Talvez você diga que tem quarenta ou cinquenta anos. Você poderia imaginar o quão rápido se passariam esses quarenta ou cinquenta anos? E como esse corpo mudou tão rápido? Um dia você era uma criança, adolescente, adulto, velho e então o corpo acaba. 

Por exemplo, tire uma foto quando você tiver 19 anos de idade e outra quando tiver 91, e compare. Você não vai se reconhecer. Por isso o governo nos instrui a trocar as fotos de nossas identidades a cada cinco ou dez anos, para eles poderem nos reconhecer. Estou falando isso para exemplificar como nosso corpo está em uma constante mudança. Todo dia, todo segundo nosso corpo está se transformando e um dia ele será destruído. Quem não quer ficar velho? Quem não quer morrer? Mas você não pode quebrar essa regra. Um dia você vai morrer, isso é a verdade absoluta. 

Eu já falei sobre as regras. Deus criou essa regra, o homem é mortal e você nunca vai se tornar imortal. Você conseguiria uma medicina para se tornar imortal? Se essa medicina estivesse disponível, todos os milionários, bilionários iriam comprar e se tornar imortais. A ciência moderna descobriu tantas coisas, mas ninguém encontrou essa fórmula da imortalidade, essa solução para a morte. Por que? Porque essa é a regra de Deus. E um dia todos nós ficaremos velhos.
jatasya hi dhruvo mrityur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye ’rthe
na tvam socitum arhasi
(Bhagavad-Gita 2.27)
[“Aquele que nasce, certamente irá morrer e depois da morte irá certamente nascer de novo. Portanto, diante do inevitável cumprimento de seu dever, você não deve lamentar.”]

O Bhagavad-gita explica que, aquele que nasce, um dia terá de morrer. Essa é minha conclusão. O corpo nasce, portanto um dia ele terá de morrer. Mas a alma nunca nasceu, ela é eterna e transcendental.
mamaivamso jiva-loke 
jiva-bhutah sanatanah
manah-sasthanindriyani 
prakrti-sthani karsati
(Bhagavad-Gita 15.7)
[“As entidades vivas nesse mundo condicionado são Minhas partes integrantes eternas. Devido a vida condicionada, elas estão lutando intensamente com os seis sentidos, incluindo a mente.”]

Krsna diz no verso supracitado: Todas as entidades vivas são partes e parcelas de Mim. A alma nunca nasce.
nainam chindanti sastrani 
nainam dahati pavakah
na cainam kledayanty apo 
na sosayati marutah
(Bhagavad-Gita 2.23)
[“A alma não pode jamais ser cortada em pedaços por nenhuma arma, nem queimada pelo fogo, nem molhada pela água, nem esvair-se pelo vento.”] 

A alma é eterna e transcendental e pelo fato de ela residir nesse corpo, esse corpo funciona. Quando a alma vai embora desse corpo, esse corpo é completamente inútil e então passamos a chamá-lo de “corpo morto”.

Um dia todos vocês irão morrer, isso é verdade. Hoje, amanhã, depois de amanhã, daqui a cem anos, esse corpo terá que morrer, você não pode burlar essa regra. Você pode burlar as regras do governo, como ultrapassar o sinal vermelho e mesmo assim o governo irá punir. Mas essa regra da morte você não pode burlar, um dia você terá de morrer. Pois essa é a regra de Deus, o homem é mortal.

O que significa morrer? Significa trocar de corpo. Agora você nasceu no Brasil, então você se identifica como sendo brasileiro (a). Em seu passaporte está escrito bem claro que você é brasileiro. Meu passaporte é indiano, talvez o dele seja americano, pois ele nasceu naquela região. São diferentes passaportes.

Nesta vida você pode até mudar seu passaporte, agora você é brasileiro, mas você pode mudar para passaporte americano. Então lá vai estar escrito que você é residente dos Estados Unidos (americano). Se você ficar dez anos trabalhando nos Estados Unidos, então de acordo com as leis, você pode conseguir o passaporte americano. 

Mas sua verdadeira identidade é que você é servo eterno de Deus. Jīvera 'svarūpa' haya-krsnera 'nitya-dāsa'. Todos nós somos servos eternos de Deus, essa é a identidade da nossa alma. Muitas vidas você está trocando de corpo e muitas vidas adquirindo diferentes passaportes de acordo com o lugar que você nasceu. Muitas vezes você já nasceu na América, na África, na Europa, você apenas se esqueceu de sua vida passada.

Mas o que está escrito no passaporte da sua alma? De onde é sua alma?

O passaporte da alma diz que ela é do mundo espiritual, por isso devemos voltar ao lar, voltar ao Supremo. Você não é brasileiro, indiano, africano ou americano. Você é servo eterno de Deus. Você é residente do mundo espiritual, portanto volte ao lar, volte ao Supremo.

Por exemplo, se estivesse acontecendo uma guerra entre o Brasil e os Estados Unidos, você ficaria de qual lado? Você é brasileiro, então ficaria do lado do Brasil, pois ama seu país e se sacrificaria por ele, isso é verdade. Mas se você abandona o corpo e nasce nos Estados Unidos, então você iria ficar do lado de quem na guerra? Estados Unidos!

Há alguns anos atrás você estava do lado do Brasil, então ao nascer nos Estados Unidos você fica do lado dos Estados Unidos. Você apenas se esqueceu de seus nascimentos.

Por que estou dizendo isso? Por que você não é residente desse mundo material. Você é residente do mundo espiritual, por isso nossas escrituras nos dizem que devemos voltar ao lar, voltar ao Supremo. Você deve amar a Deus. Se você amar a Deus, automaticamente vai amar todos os seres vivos. Quero dizer a você a natureza da alma. Você não é americano, africano, indiano, nem mesmo é esse corpo, não é homem, mulher. Você é o servo eterno do Senhor Krishna.

Talvez você se pergunte: “Então como irei realizar sobre a minha alma? Agora eu sei apenas sobre esse corpo. Como eu vou realizar sobre a alma, e assim poder explicar que não sou americano, brasileiro, indiano e sim um servo eterno do Senhor?”. Eu posso te dizer muitas filosofias, e você responder: “Sim, sim, sim”, mas então você pode me perguntar: “Como eu vou realizar tudo isso, de que não sou esse corpo e sim a alma?”.

Como eu vou saber sobre a minha alma? No momento eu só sei sobre o meu corpo. Então qual é a resposta para isso? Como nós vamos saber?

Nossa ciência explica que você deve indagar sobre si mesmo; meditar sobre si mesmo. E a primeira meditação que eu vou lhe dizer para que realize tudo isso é o “OM”.

Esse OM é uma palavra em sânscrito composta por três letras: a, u, m. Em todos os centros de yoga você pode ver esse OM na parede. Automaticamente muita energia vem do âmago de seu coração e realizações sobre a alma e sobre o Senhor se manifestam. 

Após a minha aula, quando você voltar para casa, você mesmo pode realizar isso. Ao chegar em sua casa feche sua porta, janela, sente-se sozinho, acenda uma vela pequena e cante esse mantra OM. Muita energia irá vir, você não pode nem acreditar que tipo de energia vem até sua alma.

Existem três tipos de modo da natureza: modo da bondade, paixão e ignorância. Se você cada vez mais se conectar com o modo da bondade, facilmente irá realizar sobre a alma espiritual. Mas se você estiver cheio de ignorância, será muito difícil realizar tudo isso.

E esse mesmo mantra OM, de uma forma completa, e totalmente manifesto, se transforma nos doces nomes do Senhor: 

HARE KRISHNA HARE KRISHNA 
KRISHNA KRISHNA HARE HARE 
HARE RAMA HARE RAMA 
RAMA RAMA HARE HARE 

Esses são os doces nomes de Deus; de maneira simples você pode cantar.

[Tradução e transcrição: Tulasi Das prabhu]