Feliz Aniversário

09/05/2018
Suriname

Sobre a cultura de comemorar o aniversário: cortar o bolo e soprar a vela

Se pusermos uma faca na mão de uma criança pequena, estamos ensinando ela a esfaquear. Essa é a cultura ensinada. Depois, botamos a vela e apagamos a vela… Isso também não é bom. Isso é tudo filosofia mayavadi do ocidente. Cortar o bolo significa o quê? Comer bem e bhogavada [doutrina do desfrute]. E soprar a vela é o quê? Os estrangeiros fazem isso, fazem o quê?… Isso é nirvisesa vadi [impersonalismo]. É fazer de nossa vida uma escuridão.

Devemos acender; acender a lamparina da nossa vida pra Krsna. Não devemos apagá-la, mas sim fazer o quê? Acender e oferecer a Govinda; oferecer nossa vida em serviço a Krsna. Lamparina significa brilhar. Devemos oferecer isso, acender isso. Acender a lamparina. Apagar a vela é fazer da nossa vida uma escuridão. 

Como acender essa lamparina? Como acender nossa vida? Através de bhagavad bhakti [devoção a Deus]. Através da lamparina de prema, adoramos a Deus. Então, na verdade, o melhor é botar a criança para fazer arati para Radha-Govinda com lamparina de ghee e isso dará bom samskara [impressões] para a criança. Os pais devem ensinar a criança a fazer esse arati para a Thakuraji, mas estamos, contudo, seguindo e imitando essa cultura ocidental. 

Qual o significado? Devemos acender a lamparina da nossa vida pra Krsna. Que essa lamparina se acenda e brilhe em adoração (arati)! Está bem, conhecimento, sabedoria, servir pai e mãe; tudo isso virá na nossa vida… Servir guru, vaisnava e Bhagavan de todas as formas é a meta da nossa vida. Bhakti é isso.

O primeiro estágio de bhakti é o de respeitar nossos próprios pais. Se não respeitarmos e honrarmos nossos pais, como iremos respeitar a Deus? Por isso, o Veda fala antes de tudo: matri deva bhavo, minha primeiro guru é minha mãe, minha guru suprema. Depois, pitri deva bhavo , o pai é o segundo guru. Acarya deva bhavo, o terceiro guru é o acarya, aquele que dá o gayatri-mantra. Então, assim, a nossa vida é iluminada e podemos conduzir nossa vida. Se honrarmos e respeitarmos nossos pais, poderemos fazer o mesmo com nosso guru. Se não soubermos respeitar pai e mãe, como respeitar o guru?

Por isso, vemos em krsna-lila que, todo dia de manhã, primeiro, Krsna e Balaram prestavam reverências para Mãe Yasoda e Nanda Baba. Aí, depois, iam ao templo e prestavam reverências para o Senhor Narayana, para a narayana sila.

Krsna, svayam bhagavan, está ensinando para todas as pessoas desse mundo a primeiro respeitar e honrar os pais e, depois, ir a Deus. Isso é tudo nossa tradição e cultura védica. Esquecemo-nos disso e estamos aceitando essa cultura ocidental mayavadi e nirvisesa.

Traduzido do hindi por Taruni Gopi Dasi