Cancioneiro

por Tulasi Dasa
__________

Sita Ram Sita Ram Sita Ram Kahiye
Jahi Vidhi Raakhe Ram Tahi Vidhi Rahiye (refrão)
Continue pronunciando o nome de Sita-Rama e viva da forma que o Senhor quiser mantê-lo.

Vidhi Ka Vidhan Jaan Haani-Laabh Sahiye
Mukh Mein Ho Ram-Naam Ram Sewa Hath Mein
Tu Akela Nahin Pyaare Ram Tere Saath Mein
Passe por todos os tipos de ganhos e perdas, vendo-os como sendo o desejo do Supremo. Se o nome do Senhor está em sua boca, e com suas mãos você O serve, então você nunca está sozinho, o Senhor Rama está sempre com você.

Zindagi Ki Dor Saup Hath Dina-Nath Ke
Tu Akela Nahin Pyaare Ram Tere Saath Mein
Você deve oferecer a corda da sua vida às mãos do Senhor Rama. Você nunca está sozinho, o Senhor Rama está sempre com você.

Mahlon Mein Rakhe Chahe Jhopadi Mein Was De
Dhanyawad Nirvivaad Ram Ram Kahiye
Jahi Vidhi Raakhe Ram Tahi Vidhi Rahiye
Sita Ram Sita Ram Sita Ram Kahiye
Quer Ele te mantenha em um palácio ou em uma cabana, sem nenhuma deliberação, sempre seja grato ao Senhor e continue pronunciando "Rama! Rama!". Continue pronunciando o nome de Sita-Rama e viva da forma que o Senhor quiser mantê-lo.

Fal Asha Tyag Subh Kam Karte Rahiye
Jahi Vidhi Raakhe Ram Tahi Vidhi Rahiye
Sita Ram Sita Ram Sita Ram Kahiye
Renuncie o desejo pelo fruto das suas ações, e continue ocupado em atividades auspiciosas. Continue pronunciando o nome de Sita-Rama e viva da forma que o Senhor quiser mantê-lo.

Ek Nata Ram Ji Se Duji Nata Chhod De
Ek Aasha Ram Ji Se Duji Asha Chhod De
Busque apenas a sua relação com o Senhor Rama e esquive-se de qualquer outra relação. Deposite todas as suas esperanças apenas no Senhor Rama e abandone todas as outras esperanças.

Sadhu Sang Ram Rang Ang-Ang Rahiey
Sita Ram Sita Ram Sita Ram Kahiye
Jahi Vidhi Raakhe Ram Tahi Vidhi Rahiye
Na companhia dos devotos, absorva cada parte do seu corpo no nome do Senhor Rama. Continue pronunciando o nome de Sita-Rama e viva da forma que o Senhor quiser mantê-lo.

Kiya Abhiman To Fir Man Nahin Paayega
Hoga Pyare Vahi Jo Shriramji Ko Bhaayega
Se você for egoísta, então você não será respeitado. Ó querido! Tudo sempre irá acontecer de acordo com os desejos do Senhor Rama.


rādhā nāce kṛṣṇa nāce nāce gopī gaṇa 
man mero van gaia re sakhī pāvana vṛndāvan 
Radha está dançando, Krsna está dançando, todas as Gopis estão dançando. Minha mente foi para a floresta, oh, sakhi! Para a pura Vrindavan. 

lalitā nāce viśākhā nāce nāce sakhi gaṇa 
man mero van gaia re sakhī pāvana vṛndāvan 
Lalita está dançando, Viśakha está dançando, todas as sakhis estão dançando. Minha mente foi à floresta, oh, sakhi! À pura Vrindavan. 

gaṇgā nāce yamunā nāce nāce nadi gaṇa 
man mero van gaia re sakhī pāvana vṛndāvan 
Ganga está dançando, Yamuna está dançando, todos os rios estão dançando. Minha mente foi para Vrindavan, oh, sakhi! Para a pura Vrindavan.

śuka nāce śarī nāce nāce pakṣi gaṇa 
man mero van gaia re sakhī pāvana vṛndāvan 
O casal de papagaios está dançando, todos os passáros estão dançando. Minha mente foi para floresta, oh, sakhi! Para a pura Vrindavan. 

pāvana teri nāma (sakhī re) pāvana vṛndāvan 
man mero van gaia re sakhī pāvana vṛndāvan 
Teu nome é puro, (oh! Sakhi), o Yamuna é puro. Minha mente foi para a floresta, oh, sakhi! Para a pura Vrndavan. 

__________

choti si kisori mere angana me dole re
pava me payaliya bake jham-jhama-jham bole re
Uma jovem garota está vagando pelo meu pátio e Suas tornozeleiras estão tilintando.

maine base puchi lali kaha tero nama re
hasa-hasa ke batave bolo radha mero nama re
Quando eu perguntei a Ela: “Lali, qual é o Seu nome?”, rindo Ela me disse: “Meu nome é Radha.

maine base puchi lali kaha tero gave re
mithi-mithi bole mose barasano mero gava re
Quando eu perguntei a Ela: “Lali, onde é o Seu vilarejo?”, docemente Ela respondeu: “Meu vilarejo é Varsana”.

maine base puchi lali, kauna tero sasurala re
saramake yo bole mose javaa grama sasurala re
Quando eu perguntei a Ela: “Lali, quem são Seus sogros?”, timidamente Ela respondeu: “Meus sogros residem no vilarejo de Yavata”.

maine base puchi lali, kauna tero bharatara re
muskarake boli mose syama mero bharaara re
Quando eu perguntei a Ela: “Lali, quem é o Seu amado?”, sorrindo Ela respondeu: “Meu amado é Syama”.

maine base puchi lali, khaogi ka makhana
aha, aha bole, mere age piche ole re
Quando eu perguntei a Ela: “Lali, Você vai comer um pouco de manteiga?”, Ela respondeu: “Sim, sim” e começou a pular em volta de mim.

candrasakhi bhaja bala k a chavi
sapane me ake mose mihi-mihi bole re
pava me payaliya bake jham-jhama-jham bole re
Candra Sakhi adora o belo menino Sri Krsna. Radhika apareceu em um sonho. Ela falou tão docemente e o tilintar de Suas tornezeleiras eram tão encantadores!

mai to ra u radha-radha-nama
mai to ra u radha-radha-nama, braja ki galiyana me
mai to ayo vndavana-dhama kisori tere caraana me
Eu vou repetir o nome de Radha pelas ruas de Vraja. Eu vou para Vndavana-dhama e vou tomar abrigo em Seus pés de lótus, Kisori.

ita uta dolu kaha-kaha radha, mi a jaye jivana ki vyadha
aur mila jaye ghanasyama, braja ki galiyana me
Eu estarei perdido o dia todo pelos arredores de Vraja. Vagando aqui e ali, cantando Seu nome que erradicará todas as misérias da vida. E eu encontrarei Sri Krsna, cuja tez é como a de uma negra nuvem de chuva.

ulajha-ulajha ina braja karilana me,
seva-kuñja ya nidhuvana me
kisori tere caraana me, braja ki galiyana me
Na loucura eu vagarei em Seva-kuñja ou Nidhuvana. Eu tomarei abrigo em seus pés, Kisori, e vagarei através dos caminhos de Vraja...

kabhi dana gali, kabhi mana gali
kabhi seva-kuñja, kabhi nidhuvana
kabhi radha kua, kabhi syama kua
kabhi yamuna ke ta a, kabhi basi ke va a
Às vezes em Dana gali, às vezes em Mana-gali, às vezes em Seva-kuñja, às vezes em Nidhuvan, às vezes no Radha-kunda, às vezes no Syama-kunda, às vezes nas margens do Yamuna, às vezes em Vamsi-vata.

mere mana me bhi radha, mere tana me bhi radha
jita dekhu tita radha-radha
aiso mile varadana, kisori tere caraana me
Radha está dentro da minha mente e também do meu corpo. Em todo lugar eu verei apenas Radha, Radha! Conceda-me tal benção em Seus pés de lótus, Kisori.

aba to caha yahi sakhi mana ki,
dhula mile mohe gopi-caraana ki
aur nikale tana soprana, braja ki galiyana me
kahi mila jaye ghanasyama, kisori tere caraana me
Meu único desejo é obter a poeira daqueles pés de gopi e então abandonar minha vida na poeira de Vraja. Eu encontrarei Ghanasyama nos Seus pés de lotus, Kisori.




Kauna Mero Śyāma Dekho 
__________

kauna mero śyāma dekho 
Quem viu Meu Śyāma?

baṁśī bajavata bhayo, kauna mero śyāma dekho 
Ele estava tocanto Sua flauta... Quem viu Meu Śyāma?

rādhe tere śyāma humne gokula meṅ dekho 
palāna meṅ jhūlāt ho...kauna mero śyāma dekho 
Oh, Radhe! Nós vimos Seu Śyāma em Gokula; Ele estava balançando num balanço... Quem viu Meu Śyāma?

rādhe tere śyāma humne vṛndāvana meṅ dekho 
rāsa racāvata bhayo...kauna mero śyāma dekho 
Oh, Rādhe! Nós vimos Seu Śyāma em Vrndavan; Ele estava executando rasa com as gopis... Quem viu Meu Śyāma?

rādhe tero śyāma humne govardhana meṅ dekho 
giri uthāvata bhayo....kauna mero śyāma dekho 
Oh, Rādhe! Nós vimos Seu Śyāma em Govardhana; Ele estava erguendo Giriraja.... Quem viu Meu Śyāma?

rādhe tero śyāma humne nandagaon meṅ dekho
gave caravata bhayo...kauna mero śyāma dekho 
Oh, Rādhe! Nós vimos Seu Śyāma em Nandagaon; Ele pastoreava as vacas... Quem viu Meu Śyāma?

rādhe tero śyāma humne barsānā meṅ dekho 
holi macavata bhayo...kauna mero śyāma dekho 
Oh, Rādhe! Nós vimos Seu Śyāma em Varsana; Ele estava muito travesso brincando de holi... Quem viu Meu Śyama? 

rādhe tere śyāma humne jamunā taṭ meṅ dekho 
chuda curāvata bhayo...kauna mero śyāma dekho 
Oh, Rādhe! Nós vimos Seu Śyāma às margens do Yamuna; Ele estava roubando as roupas das gopis... Quem viu Meu Śyāma? 



Jay Jay Radhe Krsna Govinda
__________

jaya radhe govinda jaya radhe govinda
jay jay syamasundara, madana-mohana, vndavana-candra
jay jay radha-ramana, rasa-bihari, sri gokulananda
Todas as glórias a Krsna, que possui uma bela tez escura, que encanta o Cupido, e que é a lua de Vrndavana. Todas as glórias a Ele que se deleita com Radha, que saboreia rasa-lila, e que é a alegria da terra de Gokula!

jay jay rasesvari, vinodini, bhanu-kula-candra
jay jay lalita, visakha adi jata sakhi-vrnda
Todas as glórias a Radha, que é a rainha da dança da rasa, a personificação do prazer de Krsna, e a lua da dinastia de Vrsabhanu Maharaja. Todas as glórias a todas as sakhis, lideradas por Lalita e Visakha.

jay jay sri rupa-manjari, rati-manjari, ananga
jay jay paurnamasi, yogamaya, jaya vira-vrnda

Todas as glórias a Sri Rupa Manjari, Rati Manjari e Ananga Manjari. Todas as glórias a Paurnamasi Yogamaya e todas as glórias ao grupo de Vira-devi [e de Vrnda-devi] [de mensageiras do Casal Divino].




Jhula Jhule Radha Damodara
__________

jhula jhule radha damodara vnavana me
kaisi cchayi hariyali ali kuñjan me
Radha Damodara está balançando no balanço em Vrndavana. Ó amigo, quão verde é o Kunja!

ita nandan ko dularo, uta bhanu ki dulari
joi lage ati pyari, basi nainan me
Neste lado está o querido filho de Nanda, naquele lado está a querida filha de Vrsabhanu Maharaja. Ambos estão muito bonitos. Eu Os mantenho abrangidos pela minha visão.

yamuna ke kula pahari suranga dulula
kaise khila rahe phula, ali kadamam me
Nas margens do Yamuna Eles estão vestindo roupas muito bonitas e coloridas. Ó amigo, como as flores estão desabrochando na árvore Kadamba!

gaura syama ranga, ghana damini ke saga
bhayi ankhiya apaga, cchabi bhari man me
Suas cores dourada e negra são como relâmpagos em uma nuvem escura. Meus olhos não fecham, tal imagem preenche minha mente.

radhe mukha aur, naina syama ke cakora
braja gopin prema dora, lagi caraana me

O rosto de Radha é como a lua, Syama é como o pássaro cakora, olhando em Sua direção. O prema das gopis de Vraja é uma corda ligando os pés de lótus de Radha e Krsna.